Tópicos | Santa Cruz

O Santa Cruz vai ter um calendário esvaziado na temporada 2022. Sem Copa do Brasil e sem Copa do Nordeste, apenas o estadual ocupa espaço na primeira parte da temporada. Ainda assim, o adiamento da estreia no Campeonato Pernambucano preocupa, em relação ao planejamento.

A afirmação foi feita pelo executivo de futebol, Marcelo Segurado, nesta terça-feira (25). Segundo ele, o adiamento acabou comprometendo a tabela e ele garante que o clube vai trabalhar para ‘não fazer 5 jogos em 15 dias’. 

##RECOMENDA##

“Tive um contato rápido com a diretoria e foi passado que não jogaríamos em outro lugar ou com portões fechados. Concordamos e estamos afinados com o presidente porque entendemos que o Arruda sempre foi a nossa casa, o lugar de mando de jogo do Santa Cruz e não podemos abrir mão. Tenho visto o empenho da direção e tenho certeza de que resolveremos essas questões a tempo para jogar aqui no Arruda”, disse.

“Evidentemente, essa questão da mudança de jogo acaba comprometendo a tabela, fazendo com que a gente tenha uma sequência de jogos que não estava dentro daquilo que havíamos programado. Mas estamos tomando as providências cabíveis para regularizar tudo e, posteriormente, fazer alterações necessárias na tabela para que não tenhamos cinco jogos em 15 dias”, continuou.

O adiamento se deu por conta do laudo da PM que vetou o Arruda e obrigou o clube a fazer alguns reparos no estádio que já vinha sendo trabalhado pelo patrimônio visando a estreia no Pernambucano.

A partida de estreia do Santa Cruz no Campeonato Pernambucano 2022, contra o Afogados da Ingazeira, aconteceria neste domingo (23), mas foi adiada por problemas apontados pela Polícia Militar no Arruda. Justamente no horário em que a torcida estaria no estádio, clube publicou uma entrevista com o presidente. Joaquim Bezerra reclama de “rigor excessivo” nas exigências da PM e não descartou ir à Justiça para poder jogar em casa.  

Confira abaixo, na íntegra, a entrevista do presidente do Santa Cruz:

##RECOMENDA##

Assessoria: Presidente Joaquim Bezerra, como está hoje a situação dos laudos técnicos?

JOAQUIM BEZERRA: Nós temos o laudo dos Bombeiros, aprovado com restrição. O que significa que algumas adequações precisam ser feitas para que o Corpo de Bombeiros aprove em sua plenitude. Com isso, eles reduziram a capacidade de público de 60 mil para 40 mil pessoas.

Essas adequações são escadas para rotas de fuga, que precisam de um tempo para serem construídas, até porque todos sabemos que o Estádio do Arruda vai completar 50 anos de edificado, e as regras que atendiam às exigências dos Bombeiros há 50 anos não são as mesmas de hoje. Então os bombeiros, muito conscienciosamente, nos deram esse prazo para que possamos fazer as adequações.

Esse laudo foi protocolado na Polícia Militar e quando da vistoria da Polícia, que é muito mais voltada para a segurança do público no dia do jogo, algumas coisas foram levantadas, como posição de catracas. Tudo isso a gente colocou dentro do padrão que foi solicitado.

Obviamente, a gente precisa fazer sim algumas melhorias no estádio, que passou dois anos parado e estamos há três meses fazendo essas melhorias. Todo mundo sabe que isso demanda investimento, demanda dinheiro, e o Santa Cruz não tem dinheiro para investir em tudo isso que é necessário. A gente está fazendo as coisas dentro das prioridades que estão sendo estabelecidas.

Asscom: o senhor acha que houve um exagero na vistoria e nas medidas impostas em tão pouco tempo para solucionar?

JB: Eu acho que houve, na verdade, um rigor muito grande. No tocante à quantidade de público que o estádio iria receber, apenas 3 mil torcedores, em qualquer local do Arruda você consegue acolher 3 mil torcedores com segurança, seja na arquibancada do escudo, seja na social, atrás da barras, nas próprias cadeiras… Então, acho que existiu um excesso de rigor. Vamos buscar um entendimento com a Polícia Militar, para que isso seja feito de uma forma tranquila e pacífica na próxima semana.

Asscom: por que o adiamento foi o melhor caminho para o Santa Cruz?

JB: Temos dois motivos básicos. Fazer o jogo sem público não iria contemplar os torcedores, os patrocinadores e o fornecedor de material esportivo, a Volt. Nós precisamos do jogo com público no Arruda para que a loja da Cobra Coral venda no pré-jogo, venda no pós-jogo. Precisamos de uma arrecadação maior, porque a renda do jogo é toda revertida para o pagamento de jogadores e funcionários, e demais despesas de funcionamento do clube. Então, fazer jogo sem público nós já passamos dois anos. E o sofrimento está muito grande. O Santa Cruz não aguenta mais fazer jogo sem público.

Levar o jogo para a Arena, com 3 mil torcedores, não existe condição de se obter resultado, porque os custos são elevadíssimos. Além disso, você não estaria contemplando o fornecedor de materiais e produtos do Santa Cruz, e muito menos os patrocinadores do clube.

Nós precisamos preservar o nosso direito de fazer o jogo na nossa casa. O Arruda é a casa dos nossos torcedores, a casa do Santa Cruz. Com a postergação desse jogo para fevereiro, esperamos que as medidas sanitárias que estão restringindo público já tenham se flexibilizado e aumentado a capacidade de pessoas no estádio. Com isso, nós teremos um faturamento maior, seja do ponto de vista da Loja Cobra Coral, e principalmente das bilheterias.

Não existe prejuízo financeiro algum no adiamento desse jogo. O que existe é uma quebra de expectativa do torcedor, que está há muito tempo sem ver o seu time jogar. Mas tudo isso foi combinado, discutido e aprovado pela diretoria de futebol, pela comissão técnica e pelas demais diretorias do clube. Então, nós entendemos que, para uma preservação do Santa Cruz, da sua marca e da sua imagem, e dos seus recursos, sejam patrimoniais e financeiros, o adiamento do jogo não foi prejudicial ao Santa Cruz.

Assessoria: qual o caminho que o clube deve tomar?

JOAQUIM BEZERRA: Na próxima semana, nós teremos reunião com a Polícia Militar e com qualquer outro órgão que seja necessário para a liberação do estádio. Nós precisamos, numa conversa franca e aberta, pedindo auxílio da própria Polícia Militar, para que nos indique quais são as prioridades, para que a gente possa de imediato ter o estádio reaberto para o público.

Porque se a gente não conseguir chegar num consenso sobre isso, a única forma que a gente vai ter que recorrer para resguardar os direitos do Santa Cruz é ajuizar uma ação. E acho que esse caminho de ajuizar uma ação não é bom para ninguém. Não é bom para a Polícia, para os demais órgãos do Governo, e nem mesmo para o Santa Cruz. Mas nós não vamos abrir mão do nosso direito de jogar na nossa casa, com o nosso público.

Com informações do site oficial do Santa Cruz

No dia em que o Santa Cruz apresentou as melhorias feitas no Arruda, algumas exigências da Polícia Militar não cumpridas pelo clube acabaram adiando a estreia no Campeonato Pernambucano neste domingo (23).

Mas afinal o que não foi cumprido? Oficialmente o clube não especificou e citou apenas “algumas exigencias”. Porém, de acordo com a publicação do portal NE 45, os problemas apresentados vão desde falta de estrutura para comportar os policiais a infiltrações na sala de controle. 

##RECOMENDA##

Foram cinco pontos destacados pela PM: primeiro, uma infiltração na Central de Comando e Controle do estádio, segundo, a falta do Atestado de Regularidade e do Laudo de Segurança Anual do CBMPE, o terceiro ponto está relacionado a área destinada aos policiais. Em quarto a quantidade de catracas dos portões 02, 03, 07, 10 e 13, e em quinto a ausência de funcionários para orientar o público.

LeiaJá também

--> Arruda deve receber academia e lojas na sede do clube

A reportagem do LeiaJá confirmou, nesta sexta-feira (21), uma informação recebida anteriormente de que algumas lojas estariam dispostas a explorar um espaço, hoje vazio, na sede do Santa Cruz. O CEO Abdias Venceslau confirmou a informação e ainda adiantou que existe até um contrato que está prestes a ser assinado.

São três espaços: uma academia, que segundo Abdias vai ter um espaço de mil metros quadrados, uma loja de departamentos e também um salão de beleza. Nós questionamos Abdias se tudo ainda era uma ideia do clube e ele rechaçou: “não tem ideia, já está tudo na prática. Já existe até contrato prestes a ser assinado”, disse. 

##RECOMENDA##

O contrato, de acordo com Abdias, prevê que, além do aluguel do espaço, o Santa Cruz receba valores em cima do faturamento de cada loja. Os nomes das empresas foram mantidos em sigilo por ele para ‘não atrapalhar o negócio'.

Ele não quis confirmar uma data para assinatura do contrato, mas reforçou que as conversas estão encaminhadas. As lojas ficarão localizados na parte que dá entrada para a sede do clube onde fica a fachada.

O torcedor do Santa Cruz vai encontrar um Arruda parcialmente pronto na estreia do Pernambucano, no domingo  (23), contra o Afogados. O CEO do clube, Abdias Venceslau, fez um passeio com a imprensa pelo campo e apresentou as mudanças nesta sexta-feira (21). 

A arquibancada superior central já tem boa parte pintada, uma outra parte da superior ainda requer lavagem e também deve receber pintura, mas isso só no próximo jogo. A parte inferior das arquibancadas, neste primeiro momento, deve receber a limpeza, conforme disse Abdias.

##RECOMENDA##

[@#galeria#@]

As cadeiras pretas das sociais foram pintadas, as brancas lavadas e as vermelhas estarão prontas até o próximo domingo. Na parte inferior das sociais, só a limpeza e a pintura devem ocorrer para o próximo jogo. 

No campo também houve mudanças, especificamente no banco de reserva que foi trocado por bancos novos com cobertura O piso foi pintado de verde a grama que fica no banco de reservas vai ser trocada. Na parte em volta do gramado, todo o mato vai ser retirado até a estreia. 

Abdias explicou que tudo foi feito com parceiros tendo o Santa Cruz gastado apenas com mão de obra. Mais de 30 pessoas foram contratadas. Até o segundo jogo toda pintura, tanto de arquibancada como das cadeiras devem estar prontas dando um novo aspecto ao Arruda.

Se Walter chegar almejando gols, títulos e artilharia no Santa Cruz, nos rivais ele vai encontrar atacantes com o mesmo pensamento. Durante a coletiva nesta quinta-feira (20), o atacante comentou sobre a concorrência de Kieza e Mikael pela artilharia da competição. 

No Náutico Kieza está cada vez mais perto do retorno, no Sport Mikael quer mais uma temporada de afirmação e Walter, único dos três que chegou em 2022, enxerga uma briga boa pela artilharia do estadual. 

##RECOMENDA##

“Vai ser uma briga boa, tem os atacantes de outros times que vão brigar. Cada um tem sua qualidad. Sempre falei que não sou atacante camisa 9 que só sabe fazer gol, dou passe também para o companheiro melhor colocado porque eu sempre pensei em grupo”.

E mesmo que exista alguma desconfiança por conta das últimas temporadas ruins, ele deixa claro que não precisa provar nada: "Eu não preciso provar nada para ninguém. Todos sabem da minha qualidade. Não vim para cá à toa. Vim para fazer história no Santa Cruz. Vim para ser campeão fazendo gol, isso é o mais importante". 

Walter, que lá na apresentação, há algumas semanas, disse que não tinha dúvida de vir para o Santa voltou a repetir a frase, citou que a família vive uma grande expectativa de o ver jogar no Recife e ainda brincou: “Vou ter que arrumar ingresso para todo mundo”. 

O atacante vem aprimorando a forma física e deve ter condições de atuar na estreia do time no Pernambucano, domingo (23), contra o Afogados no Arruda.

O ex-jogador Danny Morais é o novo comentarista esportivo da Globo. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (19). Ele já fará sua estreia no sábado (22) na primeira rodada do Pernambucano em partida nos Aflitos entre Náutico e Íbis, às 16h30.

Danny Morais encerrou sua carreira no futebol no meio do ano passado após série de lesões que impediram sua vontade de retornar aos gramados e ajudar seu último clube, Santa Cruz, onde era capitão e ídolo e conseguiu acessos de divisão e título de Pernambucano e Copa do Nordeste.

##RECOMENDA##

Seguindo os passos do ex-companheiro de Santa Cruz e amigo Grafite, Danny Morais integrará o quadro Globo/Sportv e comentará inicialmente partidas do Campeonato Pernambucano 2022.

O meio campista Elyeser, de 31 anos, é mais um reforço do Santa Cruz. O jogador foi anunciado nesta terça-feira (18), nas redes sociais. O jogador estava no Paysandu na temporada passada e lá fez 11 jogos e um gol. 

Elyeser conhece o futebol do nordeste e já passou por América-RN, CSA e Botafogo-PB. Formado no Santos, ele também conta com passagem longa no Goiás, com três temporadas pelo esmeraldino.

##RECOMENDA##

[@#video#@]

O conflito de datas do Campeonato Pernambucano e da Copa do Nordeste obrigou a Federação Pernambucana de Futebol a alterar três datas da estreia da competição e acabou mexendo nos jogos de Sport e Santa Cruz. A estreia da competição é no sábado (22) com Náutico e Ibis.

O Sport tinha duelo marcado com o Sete de Setembro para acontecer no domingo (23), mas devido ao jogo com o CRB pela Copa do Nordeste no sábado (22) a partida foi alterada para quarta-feira (26) às 19h na Ilha do Retiro. 

##RECOMENDA##

Já a mudança do Santa Cruz foi menor. O jogo com o Afogados saiu da segunda-feira (24) às 20:30h, para o domingo (23), às 16h. O Tricolor não vai participar da Copa do Nordeste nesta temporada. 

Outro duelo alterado foi o Vera Cruz x Retrô-FC que passou do domingo (23), às 16h, para a segunda-feira (24) às 20h, na Arena de Pernambuco.

O Santa Cruz está concentrado há pouco mais de uma semana se preparando para a estreia no Campeonato Pernambucano. Para quem está chegando na equipe, a possibilidade de conviver com o elenco é crucial para o entrosamento. Pelo menos foi o que destacou o meia Esquerdinha.

Desde o dia 7 de janeiro concentrado em Aldeia, o elenco Coral tem trabalhado firme, segundo o meia. Esquerdinha pontuou a importância dos treinos de pré-temporada e a relação com a ausência de lesão: “O trabalho está sendo forte. A gente sabe que a pré-temporada é muito importante ao longo do ano, se preparar bem para não ter lesões. Graças a Deus a gente não tem sofrido com lesões, espero que continue assim. Espero que na estreia a gente faça o que o professor tem pedido”.

##RECOMENDA##

Mas não é só a questão tática colocada por Leston Júnior que é aprimorada. Com elenco reformulado depois de cair para a Série D, o entrosamento pode ser peça-chave para o sucesso da temporada. O período de concentração também foi exaltado por Esquerdinha por esse motivo. 

“Esse período é importante porque a gente se entrosa mais, não só dentro de campo, também fora, conversando no dia a dia ali, acordando e tendo contato com o outro atleta. É importante, eu acho que isso aí é válido, espero que a gente esteja bem afiado como temos feito nos treinos e se Deus quiser que essa estreia chegue logo para a gente fazer um grande trabalho nesse Campeonato Pernambucano”.

A estreia do Santa Cruz no Campeonato Pernambucano acontece daqui a uma semana e um dia. No próximo domingo (23) a equipe recebe o Afogados no Arruda às 16h.

Horas depois de comunicar, nesta quarta-feira (12), que três jogadores haviam sido infectados com a Covid-19, a assessoria do Santa Cruz fez uma retificação e mudou a informação. Agora, o clube informa que não mais jogadores, mas que membros da delegação, que está hospedada em Aldeia, estão com o coronavírus.

Na nova informação, não fica especificado se são jogadores, membros da comissão ou staff que estão infectados com a doença. Porém, a questão do isolamento, protocolo adotado para casos assim, segue da mesma forma. Na contraprova, caso se confirme o teste positivo, o clube informou que vai divulgar os nomes.

##RECOMENDA##

Esses são os primeiros casos de Covid-19 no Santa Cruz nesta temporada, que também teve a primeira lesão, nesta terça-feira (11), com Tarciso, que sentiu o tornozelo. As lesões e casos de Covid ocorreram curiosamente no dia que o médico do clube deu entrevista celebrando a DM vazio.

LeiaJá também

--> DM do Santa Cruz sem 'hóspedes' na pré temporada

O Santa Cruz anunciou por meio de nota, na manhã desta quarta-feira (12), que três dos seus atletas testaram positivo para Covid-19 na última bateria de exames. Os testes foram realizados nessa terça-feira (11) com todo elenco e funcionários do time.

O clube informou que os jogadores, que não tiveram os nomes divulgados, já estão afastados e em isolamento, mesmo que estejam assintomáticos, seguindo o protocolo da CBF.

##RECOMENDA##

Será realizada a contraprova dos testes com os três atletas, e caso os exames voltem a apresentar resultado positivo o clube divulgará os nomes dos jogadores.

A equipe tricolor segue realizando sua pré-temporada em Aldeia e treinará nesta quarta-feira nos dois turnos, manhã e tarde, visando alcançar a melhor forma até a estreia do Pernambucano no dia 24 de janeiro contra o Afogados da Ingazeira, no Arruda.

Toda largada de temporada, a parte física dos jogadores é o foco principal das comissões técnicas. E quem começou antes, caso do Santa Cruz, que treina desde dezembro, celebra o fato de, até aqui, nenhuma lesão interferir no planejamento.

Leston Júnior tem todos os jogadores à disposição e isso foi ressaltado pelo médico do Santa Cruz, Antônio Carlos, nesta terça-feira (11): “Nessa preparação não tivemos ocorrências de lesões para o início da temporada. O pessoal do preparo físico consegue fazer uma boa previsão do estágio físico de cada atleta e isso está sendo trabalhado."

##RECOMENDA##

“A gente trabalha em conjunto com o departamento de preparação física, principalmente a parte de fisioterapia, onde a gente faz uma análise na pré-temporada para saber o que precisa trabalhar e melhorar mais em cada atleta, além de ação na parte regenerativa”, disse Antônio Carlos.

Dr. Antônio ainda aproveitou para ressaltar que o Santa Cruz segue adotando os protocolos de prevenção a Covid-19 e testando os jogadores periodicamente. 

"Sobre a Covid, estamos sempre fazendo testes nos atletas, mesmo sem apresentar sintomas ou queixas, para conferir se não há casos assintomáticos. Quando percebemos algum sintoma, isolamos o atleta para proteger o resto do grupo e prosseguimos com o teste específico."

O goleiro Jefferson, reforço do Santa Cruz para a temporada de 2022, foi apresentado oficialmente pelo clube nesta segunda-feira (10). Mesmo com pouco tempo de casa, ele revelou que já está se adaptando ao dia a dia.

“Já me adaptei, fui muito bem recebido pelos jogadores, pela comissão, pelos funcionários. Parece que estava aqui há algum tempão. Fico feliz, estava aqui do lado, eles já conhecem meu trabalho, a adaptação foi muito boa”, disse.

##RECOMENDA##

Ele ainda contou com os conselhos de um ídolo coral. O ex-goleiro Tiago Cardoso, que jogou junto com ele no Náutico em 2017. “Conversei com Tiago, a gente tinha trabalhado junto em 2017. Mandei mensagem para ele ‘varão, vou jogador no seu tricolor’. Ele ficou muito feliz, desejou boa sorte e me disse uma coisa: ‘Jefferson, se a torcida do Santa Cruz abraçar o time vai para frente porque a força da torcida é muito grande aqui'”, revelou.

O elenco do Santa Cruz está concentrado em Aldeia, realizando a sua pré temporada. Nos trabalhos feitos na manhã desta segunda, Leston realizou atividades com foco na questão tática. O tricolor volta aos treinos na tarde desta terça-feira (11).

O presidente do Santa Cruz, Joaquim Bezerra, falou em, entrevista à Rádio Clube, sobre as finanças da equipe em 2022. Apenas com estadual e Série D em disputa, o mandatário reconheceu a dificuldade de encontrar recursos para suprir a folha salarial de 350 mil reais. Ele aproveitou ainda para pedir apoio da torcida, para que eles “cheguem juntos”.

Primeiro Joaquim celebrou a chance de poder começar o ano contando com a presença da torcida nos estádios, assim como já aconteceu no fim de 2021. Segundo ele, a torcida é a peça principal no orçamento do clube.

##RECOMENDA##

“Com o patrocinador master fizemos um contrato bom, melhor do que o que se tinha antes e estamos buscando outros (...) passamos dois anos sem ter público nos estádios e agora a gente conta com a volta. O Santa Cruz sempre foi um público que viveu e dependeu da sua torcida”, afirmou.

“Esse é o caminho que a gente busca, o mercado mudou, temos que ser mais digital do que físico e temos que criar um Santa Cruz digital capaz de capitalizar e monetizar isso. Acredito que a gente consiga, com muita dificuldade, mas com muito trabalho, fazer a monetização dessas coisas e conseguir honrar os compromissos até o fim do ano. É muito dificil”, completou.

O presidente também ressaltou a importância do novo fornecedor de camisa, a Volt e chegou a dizer que eles “deram um suporte financeiro muito bom”.

O Santa Cruz disputará a segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. A equipe coral venceu o União Iacanga-SP por 1 a 0, neste domingo (9), e garantiu a classificação para segunda fase. O gol do Tricolor do Arruda foi marcado pelo atacante Eddy.

Com a vitória, o time pernambucano chegou a seis pontos e avançou como o segundo colocado do Grupo 9, atrás somente do Novorizontino. O adversário coral na segunda fase deve ser o Grêmio, que lidera o Grupo 10.

##RECOMENDA##

O gol da equipe coral foi marcado aos 7 minutos do segundo tempo, após uma bela jogada feita pelo lateral Jadson, cruzou, e Eddy finalizou para o fundo das redes.

[@#podcast#@]

Petrolina fica de fora

Após surpreender o Botafogo, o Petrolina chegou a abrir dois gols de vantagem em cima do Aparecidense neste domingo (9), mas o time goiano buscou a reação e contou com um inspirado Diogo Oliveira, autor de um hat-trick no jogo, que garantiu a virada. Com a derrota, o time do Sertão acabou eliminado.

Veja os gols:

[@#video#@]

Com informações do site oficial

Faleceu aos 86 anos, na madrugada desta sexta-feira (7), João Caixero de Vasconcelos Neto, ex-presidente do Santa Cruz. Internado desde a última semana de dezembro, a causa da morte não foi divulgada.

Fanático pelo Santa Cruz, João Caixero, conhecido também como “Joca”, sempre foi ativo no clube e chegou ao cargo de presidente em 1974. 

##RECOMENDA##

No Santa chegou também a ser diretor e benfeitor, sendo o maior responsável pela construção do CT Ninho das Cobras, sonho antigo de João. Durante anos escreveu o livro “Santa Cruz de Corpo e Alma”, que retrata a história do clube. Lançado em 2016, toda verba de venda foi utilizada para construção do Centro de Treinamento.

Rivais do Santa prestam condolências

Sport e Náutico usaram as redes sociais para deixar mensagens de luto sobre a morte de João Caixero, também ex-diretor da Federação Pernambucana de Futebol. 

O Sport afirmou que “Joca” sempre foi um defensor do esporte pernambucano e prestou condolências aos familiares e amigos do ex-presidente tricolor. “O Sport Club do Recife lamenta o falecimento do ex-dirigente do Santa Cruz e da FPF, João Caixero de Vasconcelos Neto. Joca, como era conhecido, foi um defensor do esporte pernambucano. Nossas condolências aos familiares e amigos”, publicou o rubro-negro de Recife.

[@#video#@]

Por sua vez, o Náutico lamentou o falecimento de João Caixero, que deixou um grande legado no esporte pernambucano. “Foi com imensa tristeza que recebemos, nesta sexta, a notícia do falecimento do ex-presidente do Santa Cruz, João Caixero. Figura marcante do nosso futebol, o ex-dirigente deixa um grande legado no esporte. Aos amigos, familiares e torcida tricolor, nossos sentimentos”, postou o clube

[@#podcast#@]

Com a liberação do público aos estádios, no fim de 2021, só o Náutico se reencontrou com a torcida na sua casa, os Aflitos. Para Sport e Santa Cruz, restou mandar seus jogos na Arena de Pernambuco, diante da situação ruim que se encontravam a Ilha do Retiro e o Arruda.

Várias imagens dos estádios circulavam na época nas redes sociais e era possível ver de tudo. Cadeiras e banheiros quebrados, pintura velha, mato. Era quase um estado de abandono. Por isso, a Arena acabou virando o palco de jogos da dupla. 

##RECOMENDA##

Mas mesmo contente em poder voltar aos estádios, as torcidas querem mesmo é jogar nas suas respectivas casas. Visando 2022, que se inicia com Campeonato Pernambucano e Copa do Nordeste, ainda em janeiro, o LeiaJá foi atrás dos diretores patrimoniais dos clubes do Recife, em busca de informações sobre obras, reformas e as novidades que serão apresentadas para a torcida nesta temporada.

De antemão, Sport e Santa Cruz confirmaram que começam jogando em casa, mas as obras vão se prolongar ao longo do ano. No Tricolor, o diretor patrimonial Theodorico Silva, contou para o LeiaJá que o primeiro passo foi uma limpeza geral.

Santa Cruz - “Fizemos uma limpeza geral no estádio, limpamos aquele fosso, acho que é a primeira vez que é feito uma limpeza profunda no fosso do Arruda. Também estamos fazendo a adequação de algumas cadeiras. Aproveito inclusive para convocar os proprietários das cadeiras para pagar o plano e ajudar o clube”, disse Theodorico.

Ele também falou sobre os planos para o gramado do Arruda, que já passa por processo de revitalização e deve ficar pronto até o primeiro jogo. Ele também falou sobre os banheiros e as arquibancadas que serão lavadas e pintadas mantendo o design atual. Ela ainda lembrou da fachada, que teve uma primeira parte concluída, e planejou, ainda em 2022, entregar ela pronta.

O Estádio do Arruda vai estar pronto para receber a torcida segundo Theodorico Silva

Sport - Já na Abdias, o vice patrimonial Fortunato Russo Neto, que chegou ao clube no meio do ano passado, contou que encontrou o patrimônio quase em estado de abandono. Tanto o CT como a Ilha estavam em situação crítica. Mas ele ressalta que mesmo com limitação financeira e com muitas demandas, ele e toda a equipe vêm trabalhando na revitalização que já acontece nos banheiros, por exemplo, com a expectativa dos 10 da arquibancada central serem entregues prontos antes do início do estadual.

“Vimos a situação de abandono das cadeiras centrais sem condições alguma de receber público e decidimos que o proprietário que pagar sua anuidade vai ter a troca do assento. Esse valor não estava sendo aplicado na manutenção das cadeiras”, contou. Ele ainda explicou que o clube deve lançar em breve um plano para compra de cadeiras, além da promoção já lançada para os que estão em débito com o clube. Todas as cadeiras quebradas foram retiradas.

Fortunato ainda explicou que o clube vai pintar toda a arquibancada, área interna e externa do clube, além das limpezas que serão feitas. Mas não garante que tudo seja entregue logo na estreia, a expectativa é que, inicialmente, os 10 banheiros fiquem prontos. Ele ainda comentou as imagens do gramado sem cor que circularam na internet e disse que se tratava de veneno para conter ervas daninhas.

Diretor do Sport disse que Ilha estava em situação de quase abandono

Náutico - O Náutico vive um momento de transição, depois da eleição de Diógenes Braga, por isso a entrevista no clube se dividiu. Luiz Felipe, que era do patrimônio e hoje é o vice, e Eduardo Carvalho, que já integrou o patrimônio e agora retorna ao clube, falaram sobre os Aflitos. Diferente dos rivais, o Timbu apresentou condições de voltar a ter jogos com sua torcida ainda na Série B do ano passado.

Tudo isso é fruto do trabalho que em 2018 trouxe a torcida do Náutico de volta aos Aflitos, na opinião de Eduardo Carvalho: “Isso é um reflexo do que foi feito lá em 2018. Nós fizemos intervenções de acordo com os órgãos competentes. Já tínhamos um caminho a seguir e em razão desse caminho que foi trilhado lá atrás conseguimos voltar em 2021”.

O agora vice-presidente Luiz Felipe, que era do patrimônio, também falou sobre a volta ainda em 2021 e dos ajustes feitos pelo clube. Ele reclamou da demora pelo retorno, disse que a torcida poderia ter ajudado quando perdeu força na Série B e ainda adiantou uma informação sobre os banheiros dos Aflitos que passarão por obras e devem ser entregues até o primeiro semestre do ano.

"Nós tentamos ao longo do período da pandemia, mesmo com todas as dificuldades estabelecer prioridades para que houvesse condições de receber o público. Existem algumas exigências por parte do Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária e tentamos fazer tudo para cumprir as exigências para ficar apto a receber o público como aconteceu”, explicou Luiz.

Náutico foi o único time que voltou a ter torcida em casa em Pernambuco

FOTOS: RAFAEL BANDEIRA/LEIAJÁIMAGENS

O Santa Cruz recebeu um laudo, após vistoria do Corpo de Bombeiros, permitindo 37.400 torcedores na estreia do Campeonato Pernambucano no estádio do Arruda. A informação dada pelo portal NE 45 foi confirmada pela reportagem do LeiaJá nesta quarta-feira (5).

O LeiaJá teve acesso ao laudo expedido pelo Corpo de Bombeiros. Nele, foi relatado falta de corrimão, deficiência da altura do guarda-corpo, falta de sinalização e de iluminação de emergência, entre outras demandas. 

##RECOMENDA##

Mesmo diante disso, o Corpo de Bombeiros liberou o correspondente a 50% da capacidade do estádio.

Confira parte do documento:

O Santa Cruz teve, nesta terça-feira (4), três reforços regularizados e com os nomes publicados no Boletim Informativo Diário da CBF. Entre eles. o do principal reforço da equipe até aqui, o atacante Walter.

Também tiveram seus nomes publicados o lateral Gilberto e o atacante Matheuzinho. Os reforços, já há alguns dias, treinam com o grupo sob o comando de Leston Júnior. 

##RECOMENDA##

O Santa Cruz também anunciou nesta terça mais um reforço. O goleiro Jefferson, ex-Náutico, já trabalha com elenco, mas ainda não apareceu no BID.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando