Tópicos | Playboy

No Natal de 2006, assinantes da Playboy puderam conferir o ensaio sensual de Karina Bacchi. Ao que tudo indica, o trabalho não deixou boas lembranças para a loira. Durante um bate-papo com Suzana Alves, ex-Tiazinha, a atriz e apresentadora contou que não se orgulha de ter aparecido pelada na revista masculina. Para ela, tudo não passou de uma obra malígna.

"Tenho tanto nojo da minha Playboy. O mal trabalhou de um jeito ali, olha que sem noção, que ridículo, gente, eu tenho nojo, nojo, nojo!. Ainda mais que o meu [ensaio forográfico] foi especial de Natal, nascimento de Jesus. Que absurdo! Com chapeuzinho de Mamãe Noel, que coisa demoníaca, gente. Eu tenho nojo, raiva desse momento!", explicou.

##RECOMENDA##

Ainda no seu canal do YouTube, Karina afirmou achar que o que estava fazendo na época era certo: "Que coisa horrorosa. Juro, eu tenho nojo daquilo, nojo! Não olho com culpa, eu não tinha entendimento, mas olha como o mal, ele trabalha na mente... Eu achei que eu estava arrasando, arrasando com Jesus, que coisa horrorosa". Em junho do ano passado, Karina Bacchi também deu uma declaração sobre a Playboy.

Interagindo com os internautas, em uma rede social, ela garantiu que um dos seus arrependimentos na vida foi ter posado nua. "Esses dias me perguntaram: 'Karina, você, agora que tem falado mais de Deus e está mais próxima da palavra de Deus, não se arrepende de ter posado nua?'. Me arrependo e muito, um dos maiores [arrependimentos] da minha vida. Sei que é algo que desagrada a Deus", afirmou.

Evangélica, Karina Bacchi reforçou aos seguidores que não vai ficar sensualizando na internet. "Posar nua não tem problema nenhum? Tem, sim. Porque eu desejo agradar a Deus, expor a minha nudez e meu corpo é algo que deve ser feito para o meu marido. Não vou ficar sensualizando na internet, aparecendo nua, me expondo, querendo seduzir com olhares as pessoas... Isso desagrada a Deus e é contra o casamento". 

No final da década de 1990, Sheila Mello tournou-se um dos grandes símbolos sexuais do Brasil após entrar no grupo É o Tchan. Sucesso na época, a loira também foi estouro em vendagens de capas da Playboy. Nessa terça-feira (23), ela abriu uma caixinha de perguntas para responder curiosidades dos seguidores. Em uma das mensagens, ela respondeu um fato que rolou nos bastidores em um dos ensaios da revista.

Sheila revelou que a edição que teve ela e Scheila Carvalho nuas acabou rolando uma confusão com um macaco. Ela disse que o bichinho deixou espalhado no local da hospedagem um monte de calcinhas. "Na Playboy do Amazonas teve um macaquinho que abriu a mala da produção enquanto tomávamos café. [...] Tinham calcinhas no topo das árvores", declarou.

##RECOMENDA##

A edição que Sheila Mello recordou na rede social foi lançada em setembro de 1999. Na ocasião, as ex-integrantes da banda baiana venderam quase 840 mil exemplares. Ao todo, Sheila Mello posou nua quatro vezes: três para a Playboy e uma para a revista Sexy.

Antônia Fontenelle foi a convidada do programa ‘Cara a Tapa’, publicado na última segunda (25) no YouTube, e relembrou alguns momentos da carreira, como o ensaio que fez para a revista Playboy, em 2013. A apresentadora contou novamente sobre o que fez com o cachê de R$ 400 mil que recebeu à época, entre elas, a construção de poços artesianos no Piauí e o assunto tomou as manchetes de portais de imprensa. Ela se admirou com a repercussão da antiga história e ‘debochou’ das manchetes sugerindo novos títulos para elas.

Em 2013, Antônia estava no elenco da novela Balacobaco quando foi convidada para posar nua na Playboy. Ela aceitou e aproveitou o cachê de R$ 400 mil para ajudar a população de duas regiões do Piauí, doando parte do dinheiro para a construção de poços artesianos.”Quando botei a ‘perereca’ de fora, a primeira providência foi colocar dois poços artesianos. Cada um custou 30 mil reais. Onde meus pais moram e ao redor, ninguém mais passa sede, não tem mais vaca caindo de sede lá. Coisa que qualquer prefeitura pode fazer, mas preferem trocar voto por um caminhão-pipa”, relembrou durante a entrevista ao ‘Cara a Tapa’.

##RECOMENDA##

Após a publicação da entrevista, o feito da apresentadora logo ganhou espaço nas portais de notícia. Ela, porém, parece não ter visto muita graça na repercussão e, em tom de deboche, fez stories relembrando as manchetes parecidas que foram publicadas logo após o lançamento de sua Playboy. "Essa notícia foi chamada de toda a imprensa em 2014 e agora novamente, é a prova cabal de que brasileiro tem memória curta. Vamos mudar o título para 'perereca molhada'", disse em seus stories. 

Na década de 1980, Claudia Alencar figurava como uma das musas da televisão brasileira. Sendo assim, em 1987 a atriz foi convidada para posar para a revista Playboy com direito a capa e tudo. Agora, mais de três décadas após o ensaio, Claudia refez a fotografia icônica para mostrar que segue sendo musa. 

A convite do fotógrafo Vinicius Bertoli, Claudia Alencar recriou a pose que ficou eternizada na capa da Playboy há 34 anos. A atriz gostou tanto de reviver esse momento que compartilhou o resultado em seu Instagram. “Gostei tanto de relembrar esse trabalho que causou tanta repercussão na época de lançamento que decidi junto com a Bertoli Produções reproduzir essa capa! Fiquem com esse resultado maravilhoso!”.

##RECOMENDA##

[@#video#@]

No final da década de 1980, a atriz era considerada uma das musas da televisão brasileira. Ela fez grande sucesso ao dar vida à personagem Laura, na novela Tieta, em 1989. Hoje, aos 71 anos, além de atriz, ela também tem se dedicado à poesia. 

[@#podcast#@]

No ano de 1987, um certo volume da extinta revista Playboy fez tanto sucesso que esgotou em três dias. A edição trazia na capa ninguém menos que a apresentadora Sônia Lima, que revelou que o ensaio nu só rolou graças à ajuda de Silvio Santos! Em conversa com o podcast Inteligência Ltda, Sônia relembra que a oportunidade apareceu enquanto ela ainda era jurada do Show de Calouros, e conta que foi o chefe quem negociou o contrato:

- Silvio Santos me aconselhava muito e ficou à frente das negociações. Foram muitos convites até eu aceitar por causa de uma situação na minha família. Todos os exemplares foram vendidos em três dias, não sobrou nada. Nem eu consegui a minha.

##RECOMENDA##

Com o dinheiro, ela conseguiu ajudar a família, que passava por dificuldades financeiras, e até mesmo comprou uma casa para os pais. A segurança financeira, no entanto, não durou para sempre e cinco anos depois, em 1992, ela voltou a posar nua para a revista - desta vez com o então marido Wagner Montes atuando como negociador:

- Na segunda vez, eu já estava casada com o Wagner Montes, e foi ele quem negociou. Estávamos quebrados na ocasião. Foi o que pudemos fazer para botar nossa pipa no ar outra vez. Fiz porque precisava muito. A revista ajudou na minha carreira também, colhi muitos frutos. Me trouxe um público A e B, que eu não atingia com a televisão. Fiquei muito feliz e só posso agradecer por ter feito.

Anteriormente, Sônia - que ficou viúva em 2019 quando Wagner morreu devido a uma infecção generalizada - já havia relembrado os diversos boatos de que teria um caso com Silvio Santos. Conhecida por falar pouco sobre esse assunto, a artista de 61 anos de idade surpreendeu ao afastar esses rumores, relembrando que era até mesmo perseguida por fotógrafos que buscavam confirmar a informação:

- Nunca teve nada. Eu tinha um paparazzo que me acompanhava porque achavam que a qualquer momento eu ia me pegar com o Silvio Santos, a minha vida era uma loucura… Também falavam que eu estava com o Faustão, e o Mallandro inventou que eu estava com o Pelé.

Eita!

A coelhinha da Playboy e Miss Bumbum São Paulo 2021, Vanusa Freitas, realizou um ensaio sensual ousado em forma de protesto pela liberdade da mulher. A temática foi pensada, segundo a modelo, após ela receber relatos de assédio ocorridos com colegas de trabalho. “Não sou um produto, nenhuma mulher é”, declarou.

Nas fotos sensuais, Vanusa abusou de uma lingerie de couro preto e enfatizou que nenhuma mulher deveria ser assediada por querer se sentir sensual. “Uma pena que nem todas têm essa liberdade”, explicou.

##RECOMENDA##

A modelo afirma ter ultimamente tem recebido diversas denúncias ou desabafos sobre assédio nas redes sociais e percebe cada vez mais que o assunto não pode ser esquecido.

Confira os cliques ousados da modelo:

[@#galeria#@]

 

A atriz e modelo Suzi Sassaki revelou, durante entrevista, ter sofrido assédio sexual de um ex-diretor da revista Playboy, André Sanseverino. Segundo ela, durante negociação para um ensaio fotográfico para a publicação, o publisher teria feito comentários e convites inapropriados a ela. Em 2017, André chegou a ser afastado da revista após nove modelos terem apresentado denúncias semelhantes contra ele. 

 

##RECOMENDA##

Suzi tem 25 anos e passagens pelo SBT, Band e Rede TV. Em entrevista ao podcast Fama Pop, ela relembrou o que viveu durante a negociação com o ex-diretor da Playboy, em 2017, acusando-o de assédio. “Ele me pedia fotos sensuais, me pedia para fazer vídeo chamada, eu fui assediada por ele. Não era nada profissional. Eu cheguei a mandar nudes para ele e só depois me toquei que ele estava me usando e me abusando sexualmente. Eu não tinha essa malícia, era tudo novo para mim. Ele fez vários convites para sair comigo em troca de uma capa na revista. Mas nunca rolou nada, não chegamos a nos encontrar”,

A modelo disse, também, ter ficado traumatizada após o episódio e decidiu afastar-se da mídia. “Cheguei a negar o convite da Sexy porque eu fiquei muito mal com todo o assédio da Playboy. Queria distância de tudo aquilo, fiquei horrorizada de verdade. Me senti usada e humilhada. Acabei indo para os Estados Unidos tentar novos projetos”.

Também em 2017, quando ainda trabalhava na Playboy, André Sanseverino chegou a ser afastado da publicação por denúncias semelhantes às de Suzi. Em entrevista recente ao UOL, o ex-diretor da revista negou as acusações dizendo que a melhor resposta para elas seria “sua história de vida”. Ele também compartilhou conversas que teve com Sassaki, a nova denunciante, e garantiu: “Sempre partiu dela a iniciativa de me escrever nas redes sociais".

As revistas masculinas no Brasil sempre tiveram boas vendagens, principalmente quando alguma mulher se destacava em diversas áreas do entretenimento. Muitas dessas famosas, inclusive, arrebataram os corações dos assinantes dos exemplares quando os ensaios fotográficos superavam todas as expectativas daqueles que folheavam cuidadosamente as imagens.

Mensalmente, a Playboy surpreendia os leitores quando divulgavam beldades de grande repercussão nacional, tudo isso durante os seus 40 anos de funcionamento . Para relembrar um pouco os cliques icônicos da revista, confira cinco capas da Playboy que fizeram sucesso há dez anos.

##RECOMENDA##

Babi Rossi

Nome forte no extinto programa do Pânico, Babi Rossi aceitou o convite para posar nua na Playboy. A também ex-participante do reality show A Fazenda estampou as páginas da revista em abril de 2011.

Maria Melilo

Encantando os telespectadores do Big Brother Brasil, e consequentemente campeã da 11ª edição da atração da Globo, Maria Melilo prendeu a atenção do público masculino. A beldade fez um ensaio sensual para a Playboy em junho de 2011.

Adriane Galisteu

Após 16 anos, Adriane Galiesteu voltou a estampar a capa da Playboy. Sucesso de vendagem na década de 1990, a apresentadora da Record posou para a revista em agosto de 2011.

Adriana Sant'Anna

Da mesma edição que Maria Melilo, Adriana Sant'Anna também brilhou no Big Brother Brasil. Pouco tempo depois de ter saído da casa mais vigiada do país, a esposa de Rodrigão topou protagonizar um ensaio sensual para a Playboy. Ela foi capa da revista em setembro de 2011.

Bárbara Evans

Dois anos antes de ser a grande vencedora de A Fazenda, Bárbara Evans topou tirar a roupa para a Playboy. A modelo foi escolhida para a edição de dezembro da revista. Para estrelar o ensaio, em 2011, ela recebeu mais de R$ 200 mil de cachê.

Durante três décadas, diversas mulheres ligadas ao entretenimento brasileiro estamparam as capas da Playboy. De cantora a modelo, a revista sempre deixava os leitores surpreendidos quando alguma beldade repercutia em determinada época. Reunindo grandes nomes, o exemplar eternizou a carreira de grandes artistas.

As pessoas que topavam o convite de tirar a roupa para as lentes de fotógrafos conceituados realizaram grandes ensaios, muitos deles feitos até em outros países. Com o advento da tecnologia, os trabalhos reunindo toda a sensualidade das mulheres, que se destacavam na TV, música, cinema, entre outras áreas, ficaram só nas lembranças. 

##RECOMENDA##

Para dar uma volta ao passado, o LeiaJá relembra famosas que posaram nuas mais de uma vez na revista Playboy.

Veja:

[@#galeria#@]

Durante quatro décadas, inúmeros brasileiros ficavam ansiosos para saber qual celebridade iria estampar as capas das revistas masculinas. Considerada um fênomeno em vendas, a Playboy sempre esteve presente no imaginário de diferentes públicos, principalmente quando alguma beldade de enorme sucesso no entretenimento surgia sem roupa.

Com o surgimento da internet, o interesse de folhear as páginas desse tipo de exemplar deixou de ser a principal prioridade dos leitores. A tecnologia proporcionou nos últimos tempos apenas um resgate de uma época para aqueles que prestigiavam as artistas do momento.

##RECOMENDA##

Modelos, atrizes e esportistas, além de mulheres da área musical, já deixaram a timidez de lado ao se despirem para as lentes de fotógrafos renomados. Para dar um passeio lá atrás, em um passado não tão distante, o LeiaJá relembra cinco cantoras que já posaram nuas da Playboy.

Confira:

[@#galeria#@]

A chegada da internet causou muitas mudanças no mundo afora, inclusive gerando reviravoltas no entretenimento. Com isso, as revistas passaram a ter uma circulação comprometedora, fazendo com que as pessoas trocassem a magia de folhear as páginas para fixar todas as atenções na tela do computador.

Embora a tecnologia tenha ajudado, a nostalgia em relação a alguns exemplares continua latente no imaginário daqueles que curtiam apreciar cada detalhe impresso. As revistas masculinas, por exemplo, se renderem ao formato virtual e tiveram que se adaptar ao novo, apesar de muitas delas terem decidido fechar suas portas.

##RECOMENDA##

A Playboy sempre fez sucesso entre os brasileiros, com a divulgação de celebridades arrasando em ensaios fotográficos para lá de sensuais, fazendo o público masculino e feminino ficar de queixo caído com as suas capas bem caprichosas. Quem viveu os tempos aúreos da revista vai saber que a ansiedade se fazia presente, mês a mês, quando alguma famosa era convidada a posar pelada.

Para voltar um pouco ao passado, o LeiaJá relembra cinco capas de que foram recordes de vendagem na história da revista Playboy.

Confira:

[@#galeria#@]

No início dos anos 2000, quando a internet ainda andava em passos lentos, as revistas de entretenimento faziam sucesso Brasil afora. De olho no que rolava no universo dos famosos, as revistas Playboy e Sexy sempre ficavam de olho nas participantes que arrebatavam as atenções dos telespectadores do Big Brother Brasil.

Diversas moças que estiveram no reality show tiveram que lidar com a repercussão de suas imagens entre o público de casa, principalmente quando passaram a ser consideradas símbolos sexuais. Após a passagem pela atração da Globo, muitas delas não resistiram e aceitaram convites para posarem nuas.

##RECOMENDA##

Abrindo caminhos para todas as mulheres, a sister Alessandra, mais conhecida como Leka, do BBB1, foi a primeira a ser fotografada pelada. O LeiaJá relembra algumas ex-BBBs que deixaram a timidez de lado e resolveram estampar sem roupas as páginas das revistas Playboy e Sexy.

[@#galeria#@]

A Playboy do México traz aos seus leitores uma capa inédita na edição de novembro. Quem estampa a revista é a modelo e influenciadora trans Victoria Volkova. A novidade foi muito comemorada por ela que fez um longo post no Instagram falando sobre o feito. 

Victoria tem 27 anos, é ativista, modelo e influenciadora e tem quase um milhão de seguidores no Instagram. Antes de estrelar a Playboy do México, como a primeira mulher trans a posar para a publicação, ela realizou outra conquista, entrando na lista das 100 mulheres mais poderosas do México pela revista Forbes.

##RECOMENDA##

Em seu perfil oficial, a modelo comemorou a capa inédita e demonstrou sua esperança de que um dia tal publicação seja considerada absolutamente normal. “Essa capa celebra as diferentes formas de ser mulher, as diferentes formas de ser bonita e explorar sua sensualidade. Espero que com essa capa as pessoas tenham mais curiosidade. Mais curiosidade de conhecer como é ser uma pessoa trans. Mais curiosidade sobre como vivem as pessoas trans no mundo e o que temos de passar para viver uma vida digna, para sermos respeitadas, para ganharmos a vida, para ganharmos o respeito dos demais”. 

[@#video#@]

A modelo da Playboy Eve J Marie viajava com o filho, de sete anos, nos Estados Unidos, quando foi abordada por uma comissária de voo que pediu que ela cobrisse os seios decotados. Segundo Eve, ela se sentiu bastante constrangida e a comissário chegou a oferecer um casaco para a modelo.

Nas redes sociais, Eve comentou o fato: "É realmente decepcionante quando você é discriminado devido a sua roupa". No relato, Eve contou que nunca passou nada semelhante a isso. A modelo afirmou que espera um pedido de desculpas da companhia aérea Southwest.

##RECOMENDA##

Após a história ganhar repercussão nas redes sociais, a companhia aérea pediu desculpas e ainda ofereceu U$ 100, para que ela aproveitasse na companhia aérea. Eve recusou a proposta e afirmou que o valor "não era suficiente para a humilhação sofrida por ela".

Em 2010, as pessoas que estavam conferindo a um dos jogos pela Copa do Mundo foram testemunhas da fama meteórica de Larissa Riquelme. A modelo paraguaia ganhou notoriedade quando foi flagrada torcendo para o seu time com o celular entre os seios. Após surgir com o aparelho telefônico apoiado em seu decote, Larissa acabou recebendo um convite para posar nua.

Na edição de setembro da Playboy, daquele ano, a beldade deixou o público masculino boquiaberta com um ensaio diferente. O exemplar fez com que as pessoas conferissem as fotos no formato 3D. A Playboy conseguiu vender quase 300 mil exemplares com Larissa Riquelme estampando a capa. Em 2019, a beldade chegou a dizer que toparia fotografar nua novamente.

##RECOMENDA##

Relembre as duas capas:

Ariadna Arantes ficou conhecida em todo o país por ter sido a primeira mulher trans a participar do Big brother Brasil, em 2011. Após o programa, ela conquistou diversas oportunidades de trabalho mas uma delas acabou deixando marcas negativas. Em entrevista, a ex-sister revelou ter recebido um tratamento diferente ao posar para a Playboy e revelou que o cachê recebido não deu para fazer nada de tão pequeno. 

Ao falar sobre a revista para o Clube da Vip, Ariadna disse relembrou de forma negativa seu ensaio para a revista. Segundo ela, o cachê pago foi muito menor que o praticado pela publicação e o tratamento dispensado a ela foi bem diferente do que as demais mulheres que passaram pela Playboy recebiam. “O bem material não veio. Sonhava comprar um apartamento, mas o cachê não deu para nada. Não tive festa no lançamento da revista, como todas tinham, nem pôster meu na banca”.

##RECOMENDA##

Ainda de acordo com Ariadna, a revista não a colocou na capa por receio de dar destaque a uma mulher trans, ainda que uma pesquisa anterior tenha sido realizada e a aprovação dos leitores tenha sido grande. “Eles tinham receio de me botar na capa porque não sabiam como seria o acolhimento do assinante. Então preferiram uma edição à parte. Compraria quem quisesse. Não foi um sonho para mim quanto foi para outras meninas que posaram”

Antes do Big Brother Brasil despontar no começo dos anos 2000, há muito tempo as revistas masculinas faziam sucesso nas bancas quando estampavam atrizes, cantoras, entre outras celebridades, totalmente nuas. Mas quem agitou mesmo o ano de 1995 foi Adriane Galisteu, na época conhecida por ter sido a ex-namorada do piloto Ayrton Senna. A modelo e apresentadora tirou a roupa para a edição de aniversário do exemplar.

Galisteu foi fotografada por JR Duran na Grécia, fazendo com que o seu ensaio se tornasse um dos mais emblemáticos da história da Playboy. A revista com a loira foi a primeira a atingir mais de 1 milhão de vendagens. Na época, ela gerou polêmica ao surgir no ensaio depilando as partes íntimas com uma lâmina de barbear. Durante uma live recentemente, Adriane contou que posou nua devido pelo alto cachê oferecido.

##RECOMENDA##

[@#video#@]

--> Cinco capas que fizeram história na Playboy Brasil

--> Relembre as ex-BBBs que estamparam as páginas da Playboy

"Eu estava num momento muito difícil, não só pela morte do Ayrton. Não sabia o que ia acontecer comigo. Tinha também um irmão doente em casa (que morreu decorrente da Aids). Não tinha outra saída e decidi fazer. Me apeguei nas mulheres, todas poderosas, que já tinham feito e me deram a chance de escolher a equipe a dedo. Foi um marco na minha vida pessoal e profissional e me deu estabilidade financeira", explicou. 

Durante o trabalho para a revista, o fotógrafo conseguiu fazer cerca de 10 mil cliques de Adriane em pouco menos de 15 dias. O ensaio ocorreu um ano e três meses após a morte de Ayrton.

Recordista de vendas de revistas, em 1995, quando foi capa da Playboy, Adriane Galisteu deixou seu nome marcado na história da publicação. Hoje, 25 anos depois, ela guarda muitas lembranças do ensaio fotográfico e diz que só topou fazer as fotos por dinheiro. Em entrevista, a apresentadora revelou que esse foi o trabalho que finalmente lhe deu estabilidade financeira. 

Adriane ficou conhecida, em meados da década de 1990, por seu namoro com o piloto Ayrton Senna. A Playboy veio 15 meses após a morte do ídolo nacional e encontrou a então modelo em um momento muito complicado em sua vida. “Eu vivia de favor na época que surgiu o convite. Eu estava num momento muito difícil, não só pela morte do Ayrton. Não sabia o que ia acontecer comigo. Tinha também um irmão doente em casa (ele viria falecer logo depois em decorrência da Aids). Não tinha outra saída e decidi fazer. Foi um marco na minha vida pessoal e profissional e me deu estabilidade financeira”, disse em entrevista ao Extra.

##RECOMENDA##

Relembrando o ensaio, realizado na Grécia, Galisteu contou que embolsou meio milhão de dólares na ocasião e que esse dinheiro finalmente lhe deu alguma estabilidade financeira. As fotos também lhe renderam muita visibilidade, sobretudo uma em que a loira aparece se depilando. “Até hoje acho que só vendeu tanto por causa do bafafá criado por essa foto. Virou até matéria do 'Fantástico' na época”. 


 

A modelo Flavia Tamoyo, conhecida por ter posado para as revistas Playboy e Sexy, foi presa em Vítória, nessa terça-feira (21). Ela estava em um hotel na orla da capital do Espírito Santo, quando foi surpreendida pela Polícia Civil. De acordo com informações da revista Época, Flavia é suspeita de fazer parte de uma organização criminosa composta por garotas de programa e de vender drogas.

"O inquérito identificou a atuação de seis grupos criminosos especializados no tráfico de drogas, sendo dois deles formados por prostitutas de luxo, entre elas a Flavia, que negociavam programas sexuais, com o consumo de drogas, para uma clientela vip. No caso dela, cada programa regado a cocaína e haxixe saía por R$ 1 mil, o dobro do valor pago por um programa sem drogas", explicou o delegado responsável pelas investigações.

##RECOMENDA##

A Operação Rede havia sido deflagrada em junho, fazendo com que quase 40 mandados de prisão fossem executados. Além disso, cerca de 18 pessoas foram detidas em flagrante. O delegado ainda explicou que Flavia já estava na mira da ação realizada pelas autoridades. "Por causa de sua agenda de trabalho extremamente movimentada, tivemos dificuldade de capturá-la, pois ela rodava o país. Antes de Vitória, esteve também em São Paulo e em Florianópolis", disse Ricardo Oliveira, da 5ª Delegacia de Polícia.

Você acha que tem amor próprio? É porque você não viu o que a cantora Kelly Key aprontou recentemente! Na última quarta-feira, dia 29, a cantora fez uma live no aplicativo Tik Tok e, durante o ao vivo, apareceu usando uma camiseta com a capa de sua Playboy estampada. Isso sim é gostar de si mesma, não é?

Kelly Key posou para a Playboy em 2002, na edição de dezembro. Na época, a artista tinha somente 18 anos de idade. Atualmente com 37 anos, a cantora usou a camiseta para arrecadar doações para duas ONGs que foram prejudicadas neste período de quarentena. De acordo com Kelly, 440 mil pessoas assistiram à live no Tik Tok. No final, foi tudo por uma boa ação.

##RECOMENDA##

A internet aprovou o look de Kelly Key e um fã chegou a comentar o seguinte:

"O engraçado é que tem mulheres que posaram para essa revista e tem vergonha, e você estampa a sua logo na camisa. Parabéns, uma das melhores capas da Playboy".

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando