Tópicos | Brasil

O Brasil tem 63,89% da população com duas doses ou com o imunizante de aplicação única nesta sexta-feira, 3. Em números, o porcentual corresponde a 136,2 milhões de pessoas totalmente imunizadas contra a covid. Houve 1,6 milhão de aplicações em um intervalo de 24 horas.

O número de pessoas parcialmente imunizadas, com ao menos uma dose da vacina, é de 159.531.218, ou 74,79% do total de habitantes do País.

##RECOMENDA##

De acordo com o balanço do consórcio de veículos de imprensa, em 24 horas, as primeiras doses foram aplicadas em 187,5 mil pessoas. Por outro lado, 1,1 milhão com 2ª aplicação da vacina.

O registro de dose única ficou em 2.165 habitantes. Já as aplicações de reforço foram administradas em 367,6 mil pessoas, com total de 17,5 milhões de doses aplicadas.

Um eclipse solar total acontece quando a lua cobre totalmente o Sol. (Pixabay) 

No próximo sábado (4), acontecerá o único eclipse solar total deste ano, mas o evento não poderá ser visto no Brasil. Ocorre que, como o fenômeno se dará de madrugada, o sol não estará visível no céu do país.

##RECOMENDA##

O eclipse só poderá ser visto na Antártida e nas águas circundantes, com algumas fases parciais visíveis na Austrália, Nova Zelândia, Argentina e África do Sul. Em alguns locais onde o evento poderá ser apreciado, ele acontecerá antes, durante e depois do nascer do Sol ou do pôr do Sol.

Assim, para acompanhar o fenômeno, os observadores deverão procurar uma visão clara do horizonte. Um eclipse solar total acontece quando a lua cobre totalmente o Sol.

O Brasil registrou, entre ontem e hoje, 221 óbitos causados pela covid-19, de acordo com dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) divulgados nesta sexta-feira, 3. Com os registros, o País acumula 615.400 vidas perdidas para a doença.

O levantamento do Conass, que compila dados de secretarias de Saúde dos 26 Estados e do Distrito Federal apontou ainda 10.627 novos casos de covid-19 em 24 horas, com um total de 22.129.409 registros desde o início da pandemia.

##RECOMENDA##

O jogador brasileiro Alex Gonçalves, atualmente atuando no Persita, da Indonésia, implorou ajuda em vídeo para que possa voltar ao Brasil após ter seu passaporte preso e ter seu visto de trabalho suspenso, sem conseguir a renovação. O atacante alega estar sendo “ameaçado de morte por todos os lados”.

Alex não consegue a renovação do visto por vingança do ex-clube, o Persikabo, que não liberou ele do vínculo trabalhista. Ele deixou o time no ínicio de 2021 após acionar a Fifa por salários atrasados. Ele ganhou a causa e partiu rumo ao futebol da Malásia.

##RECOMENDA##

Ao receber proposta do Persita, Alex foi até o sistema de imigração da Indonésia para renovar seu visto de trabalho. Descobriu, no entanto, que seu nome está ainda ligado ao Persikabo e que estava sendo processado por difamação, tendo inclusive sido intimado a depor.

"Eles me denunciaram a polícia. Tenho que comparecer a polícia na qual eu nem sei a língua. Liguei a embaixada e ainda não me ajudou. Peço ajuda ao governo brasileiro, a CBF o que for, a quem puder. Estou desesperado, estou sendo ameaçado de morte por todos os lados por aqui”, desabafou.

Emocionado e aflito, Alex chega a chorar no vídeo.

“Estou desesperado, só quero ir embora para casa. Não vejo minha família já faz um ano, então peço encarecidamente, me ajudem, me ajudem por favor”, concluiu.

Confira o vídeo desesperador de Alex Gonçalves:

 [@#podcast#@]

O fundador do Disque Denúncia, Zeca Borges, morreu nesta sexta-feira (3) aos 77 anos. O serviço criado por ele, em 1995, tornou-se uma referência na coleta de informações contra atividades criminosas e na busca por foragidos da Justiça, de forma anônima e oferecendo recompensas, em parceria com o governo fluminense.

“O Rio perde o gaúcho mais carioca e apaixonado por essa cidade. E nós, perdemos um grande líder e um amigo Zeca, seu legado jamais será esquecido. Continuaremos firmes na missão que nos foi dada”, publicou o programa Disque Denúncia, em seu perfil no Twitter.

##RECOMENDA##

O programa acabou sendo levado também a outros estados e países. O governador do Rio, Cláudio Castro, divulgou uma nota em que exalta o trabalho de Zeca no combate à criminalidade no estado.

“O Rio de Janeiro perdeu um dos maiores defensores da paz e da justiça em nosso estado. Zeca Borges criou e coordenou o Disque Denúncia, uma das mais poderosas ferramentas à disposição da sociedade, que ajudou a prender mais de 20 mil criminosos. Uma iniciativa pioneira e inestimável para a segurança pública tão bem sucedida que foi levada a outros estados e países. Expresso minha gratidão pelo trabalho fundamental e pelo legado que Zeca nos deixou e minha profunda solidariedade à família e aos amigos”.

Com a vacinação caminhando diante de um cenário da variante Ômicron, o Brasil chegou à marca de 135,1 milhões de pessoas totalmente imunizadas contra a covid, representando 63,36% da população. Bahia, Santa Catarina, Alagoas e Mato Grosso não atualizaram dados da vacinação.

Em relação ao número de pessoas parcialmente imunizadas, com ao menos uma dose da vacina, são 159.343.702 pessoas. Isso significa 74,7% do total de habitantes do País. Os dados são do balanço do consórcio de veículos de imprensa, em parceria com 27 secretarias de Saúde.

##RECOMENDA##

Nas últimas 24 horas, houve 1,2 milhão de aplicações. As primeiras doses foram aplicadas em 164,7 mil pessoas, enquanto 711,1 receberam a 2ª aplicação da vacina.

1.533 pessoas tomaram a dose única. As aplicações de reforço foram administradas em 380,8 mil habitantes, totalizando 17,1 milhões de doses aplicadas.

Por conta da nova cepa do coronavírus, cidades estão cancelando os eventos de fim de ano e carnaval, como em São Paulo, que não terá o tradicional réveillon na Avenida Paulista. Outra medida para frear o avanço da variante é a manutenção da obrigatoriedade de uso de máscara em espaços abertos. A decisão foi anunciada pelo governador João Doria nesta quinta.

Os Estados Unidos confiam plenamente em que as eleições gerais de 2022 no Brasil serão "livres e justas", disse nesta quinta-feira (2) um alto funcionário do governo do presidente Joe Biden, que celebrará na próxima semana uma Cúpula pela Democracia.

"Temos plena confiança na solidez das instituições democráticas brasileiras para realizar eleições livres e justas", disse a jornalistas Juan González, encarregado de assuntos latino-americanos do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca.

González respondeu assim ao ser perguntado sobre a possibilidade de o Brasil ter seu próprio "6 de janeiro" após as eleições presidenciais e legislativas de outubro do ano que vem, em alusão à invasão do Congresso americano em 6 de janeiro de 2021 por partidários do ex-presidente Donald Trump, que tentavam evitar a certificação da vitória eleitoral de Biden.

O presidente Jair Bolsonaro, apelidado de "Trump dos Trópicos", tem afirmado, sem apresentar provas, que o sistema de votação eletrônico do Brasil, em funcionamento desde 1996, se presta à fraude e declarou que se negará a conceder a derrota se perder. "Só Deus me tira do poder", disse.

O Brasil é um dos países convidados à cúpula virtual para líderes de governo, da sociedade civil e do setor privado, convocada por Biden para 9 e 10 de dezembro.

Perguntado sobre a pertinência de Bolsonaro participar do fórum em vista de suas críticas constantes ao sistema democrático, González confirmou sua participação.

"O Brasil precisa definitivamente ter um assento na mesa. Porque se olhamos para a trajetória da democracia brasileira, penso que as instituições democráticas brasileiras têm muito a ensinar ao mundo sobre a democracia", afirmou.

González destacou que não só governantes vão participar da cúpula.

"Acho que é importante que os líderes escutem os jornalistas e a sociedade civil e os ajudem a assumir seus próprios compromissos sobre como os governos podem responder a algumas das demandas que recebem da população", acrescentou.

Bolsonaro, no poder desde 1º de janeiro 2019, afiliou-se na terça-feira ao Partido Liberal (PL), com vistas à sua reeleição em 2022, embora ainda não tenha anunciado sua candidatura.

O Brasil registrou, entre ontem e hoje, 215 óbitos causados pela covid-19, de acordo com dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) divulgados nesta quinta-feira, 2. Com os registros, o País acumula 615.179 vidas perdidas para a doença.

O levantamento do Conass compila dados de secretarias de Saúde dos 26 Estados e do Distrito Federal e apontou ainda 12.910 novos casos de covid-19 em 24 horas, com um total de 22.118.782 registros desde o início da pandemia. Os dados de Rondônia foram revisados pela Secretaria Estadual do Estado e incorporados no sistema de informação.

##RECOMENDA##

Uma resolução do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (2), estabelece normas para as visitas íntimas de pessoas privadas de liberdade nos estabelecimentos penais das unidades federadas, cabendo à administração prisional o cumprimento das normas estabelecidas pela resolução.

Em um de seus artigos, o documento diz que a administração prisional exigirá, para a concessão da visita conjugal, o prévio cadastro da pessoa autorizada no respectivo serviço social do estabelecimento penal, bem assim a demonstração documental de casamento ou união estável. E que não se admitirá concomitância ou pluralidade de cadastros de pessoas autorizadas à visita conjugal da pessoa privada de liberdade.

##RECOMENDA##

No caso de substituição da pessoa cadastrada, deverá ser obedecido prazo mínimo de 12 meses, contados da indicação de cancelamento pela pessoa privada de liberdade. A periodicidade da visita conjugal deve ser preferencialmente mensal e observará cronograma e preparação de local adequado para a sua realização.

A resolução diz também que não será admitida a visita conjugal por pessoa menor de 18 anos de idade. Exceto nos casos de casamento ou união estável devidamente formalizada em registro público para jovens entre 16 anos e 18 anos de idade.

Em outro item, o documento ressalta que nas situações em que a pessoa visitante se faça acompanhar de criança ou adolescente, a visita conjugal só poderá ocorrer se o estabelecimento penal dispuser de local adequado para espera e acompanhamento da criança ou adolescente por responsável.

O Rio de Janeiro ampliou a lista de locais que deverão exigir comprovante de vacinação contra covid-19. Agora, para entrar e permanecer em bares, lanchonetes, restaurantes, salões de beleza, shoppings centers e centros comerciais será necessário comprovar que está em dia com o calendário de vacinação do município, ou seja, com as duas doses ou dose única.

A exigência vale também para qualquer meio de hospedagem, táxis e veículos de transporte privativo acionados por meio de aplicativo.

##RECOMENDA##

No fim de agosto, a prefeitura do Rio já tinha publicado decreto exigindo comprovante de vacinação para entrar em academias, clubes, estádios, cinemas, teatros, salas de concerto, salões de jogos, circos, recreação infantil, atividades de entretenimento, locais de visitação turísticas, museus, galerias e exposições de arte, aquário, parques de diversões, parques temáticos, parques aquáticos, apresentações e drive-in, além de conferências, convenções e feiras comerciais.

O Rio imunizou 77,1% da população com 12 anos ou mais, o que significa que 22,9% da população carioca podem ser afetados diretamente pelas restrições.

Nesta quarta-feira (1°) o Brasil alcançou a marca de 134,4 milhões de pessoas com esquema vacinal completo com duas doses ou com o imunizante de aplicação única contra a Covid-19. Os número equivalem a 63,03% da população.

Houve mais de 1,2 milhão de aplicações em um intervalo de 24 horas. O número de pessoas com ao menos uma dose da vacina é de 159.178.971, ou 74,62% do total de habitantes do País. Rondônia, Roraima, Alagoas e Mato Grosso não atualizaram dados da vacinação. A Bahia continua com problemas na divulgação dos números.

##RECOMENDA##

As primeiras doses foram aplicadas em pouco mais de 210 mil pessoas. Por outro lado, 664,4 receberam a 2ª aplicação da vacina.

Em relação ao imunizante de dose única, foram 2.496 aplicações. As doses de reforço alcançaram 339,9 mil habitantes, com total de 16,7 milhões de doses aplicadas.

Os dados são do consórcio de veículos de imprensa, em parceria com 27 secretarias de Saúde.

A seleção brasileira feminina derrotou o Chile, nesta quarta-feira, na Arena Amazônia, por 2 a 0, e conquistou o Torneio Internacional de Manaus. A equipe nacional somou três vitórias na competição, pois havia vencido também a Índia (6 a 1), no jogo que marcou a despedida da volante Formiga, e a Venezuela (4 a 1). Já o Chile somou triunfos sobre Venezuela (1 a 0) e Índia (3 a 0).

O primeiro tempo começou equilibrado com a equipe chilena apresentando uma boa formação tática. O destaque foi a atacante Urrutia. Mesmo assim, foi a seleção brasileira que criou as maiores oportunidades. Uma com Ary Borges e outra com Kerolin.

##RECOMENDA##

O Brasil passou a ter o controle da partida após os 25 minutos. Com melhor preparo físico, a equipe da técnica Pia Sundhage passou a pressionar na marcação e ficar mais tempo no campo de ataque.

Antonia, pelo lado direito, criou boas oportunidades, que não foram aproveitadas, principalmente, por Debinha, que perdeu pelo menos duas boas oportunidades para abrir o placar no final do primeiro tempo.

As duas equipes voltaram do vestiário mais agressivas para a etapa final. Cada time teve uma oportunidade, mas foi o Brasil que abriu o placar, aos cinco minutos, com Kerolin, que completou um contra-ataque muito veloz.

A partida permaneceu bem disputada até os 20 minutos, quando foi possível notar uma queda física, apesar das alterações feitas. O Brasil continuou mais ativo e com uma marcação bem feita, que culminou com um erro na saída de bola chilena. Giovana aproveitou para fazer o segundo e concretizar a vitória.

Israel e Rodolffo, intérpretes de "Batom de Cereja", música mais ouvida no Brasil em 2021. (Divulgação)

##RECOMENDA##

Sertanejo Pop, Sertanejo Universitário e Sertanejo foram os três estilos musicais mais ouvidos no Spotify em 2021 no Brasil. Os dados, que mostram a força do segmento musical no país, foram divulgados pela plataforma de streaming nesta quarta-feira (1).

“Batom de Cereja”, da dupla Israel e Rodolffo, foi a música mais ouvida do ano no Brasil, seguida por  "Facas", de Diego & Victor Hugo. No mundo, o líder de streams foi o rapper porto-riquenho Bad Bunny, enquanto o fonograma mais clicado foi "Driver's license", de Olivia Rodrigo.

Top 5 artistas mais ouvidos no Spotify no Brasil em 2021:

Os Barões Da Pisadinha

Gusttavo Lima

Marília Mendonça

Jorge & Mateus

Henrique & Juliano

Top 5 artistas mulheres mais ouvidas

Marília Mendonça

Maiara & Maraisa

Luísa Sonza

LUDMILLA

Ariana Grande

Top 5 músicas mais ouvidas no Spotify

Israel & Rodolfo - Batom de Cereja - Ao Vivo

Diego & Victor Hugo - Facas - Ao Vivo

Wesley Safadão - Ele É Ele, Eu Sou Eu

João Gomes - Meu Pedaço de Pecado

Matheus Fernandes - Baby Me Atende

Top 5 gêneros musicais mais ouvidos

Sertanejo Pop

Sertanejo Universitario

Sertanejo

Funk Carioca

Pop

Top 5 artistas com mais streams

Bad Bunny

Taylor Swift

BTS

Drake

Justin Bieber

Top 5 músicas com mais streams

"Driver's license" de Olivia Rodrigo

"MONTERO (Call Me By Your Name)" de Lil Nas X

"STAY (with Justin Bieber)" de The Kid LAROI

"Good 4 u" de Olivia Rodrigo "

Levitating (feat. DaBaby)" de Dua Lipa

*Por Thaynara Andrade

Foi divulgado o resultado do Estudo Regional Comparativo e Explicativo (Erce), que é conduzido pelo Laboratório Latino-americano de Avaliação da Qualidade da Educação (LLECE), ligado à OREALC. No Brasil, a responsabilidade de planejamento e aplicação do estudo fica a cargo do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

##RECOMENDA##

Segundo o levantamento realizado em 2019, o Brasil avançou na aprendizagem do 4º e 7º ano do ensino fundamental. O comparativo revela que em relação ao último estudo realizado em 2013, o País teve melhorias em todas as áreas analisadas (leitura, escrita, matemática e ciências naturais).

Ainda de acordo com a pesquisa, as pontuações brasileiras estão acima da média alcançada pelos 16 países da América Latina e Caribe que foram examinados no estudo. Ao todo, 8.871 estudantes brasileiros participaram das avaliações, destes 4.552 cursaram o 4º ano e 4.349 o 7º ano do fundamental. Em ambas as séries, os resultados de proficiência foram melhores que a média das regiões analisadas.

O Erce 2019 também aponta que, no Brasil, os aspectos que levam aos melhores resultados de aprendizagem são o acesso à educação pré-escolar, os dias de estudo semanais, o envolvimento parental e as expectativas dos pais, além do maior nível socioeconômico das famílias. Em contraponto, de acordo com o estudo, os aspectos limitadores para a aprendizagem são a repetência e as faltas escolares.

O governo estadual de São Paulo promoverá ação para intensificar a aplicação da segunda dose e da dose de reforço do imunizante contra a covid-19 para as pessoas que não voltaram para tomar a vacina. A iniciativa começa hoje (1) e se estende até o próximo dia 10 em todas as cidades do estado.

Segundo as informações do governo estadual, 4,3 milhões de pessoas ainda precisam tomar a segunda dose do imunizante. No total, 201 mil idosos acima de 60 anos devem procurar as unidades básicas de Saúde para completar o esquema vacinal. Entre 50 e 59 anos, são 267 mil pessoas; entre 40 e 49 anos, 438 mil faltosos, e entre 30 e 39 anos, o número é de 707 mil pessoas.

##RECOMENDA##

Na faixa etária entre 20 e 29 anos, 1,4 milhão de pessoas ainda precisam tomar a segunda dose da vacina e entre os adolescentes de 12 a 19 anos, o número chega a 1,3 milhão de faltosos.

Após oito anos e 11 meses, finalmente vai à júri, nesta quarta-feira (1º), o caso da Boate Kiss, tragédia que matou 242 pessoas e deixou 636 feridas em 27 de janeiro de 2013, na cidade gaúcha de Santa Maria. Todas foram vítimas de um incêndio, que começou no palco, onde se apresentava uma banda, e logo se alastrou, provocando muita fumaça tóxica.

No palco, se apresentava a Banda Gurizada Fandangueira, quando um dos integrantes disparou um artefato pirotécnico, atingindo parte do teto do prédio, que pegou fogo. São réus Elissandro Callegaro Spohr, sócio da boate; Mauro Londero Hoffmann, também sócio; Marcelo de Jesus dos Santos, vocalista da Banda Gurizada Fandangueira, e Luciano Bonilha Leão, produtor musical.

##RECOMENDA##

A tragédia, que matou principalmente jovens, marcou a cidade de Santa Maria, conhecido polo universitário gaúcho, e abalou todo o país, pelo grande número de mortos e pelas imagens fortes. A boate tinha apenas uma porta de saída desobstruída. Bombeiros e populares tentavam, de todo jeito, abrir passagens quebrando os muros da casa, mas a demora no socorro acabou sendo trágica para os frequentadores.

A maior parte acabou morrendo pela inalação de fumaça tóxica, do isolamento acústico do teto, formado por uma espuma inflamável, incompatível com as normas de segurança modernas, que obrigam a instalação de estruturas produzidas com materiais antichamas.

Desde o incêndio, as famílias dos jovens mortos formaram uma associação e, todos os anos, no dia 27 de janeiro, relembram a tragédia, a maior do estado do Rio Grande do Sul e uma das maiores do Brasil.

O Tribunal do Júri será composto pelo Conselho de Sentença, formado pelo juiz Orlando Faccini Neto, titular do 2º Juizado da 1ª Vara do Júri da Comarca de Porto Alegre, e por sete jurados que serão escolhidos por meio de sorteio.

Depoimentos

A previsão é que os trabalhos sejam divididos pela manhã, tarde e noite, a partir das 9h. Deverá haver uma hora de intervalo para almoço e jantar e pausa para descanso dos jurados. Não haverá interrupção no final de semana.

Nos depoimentos, serão ouvidas 14 vítimas, indicadas pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS), assistente de acusação e pela defesa de Elissandro Spohr; cinco testemunhas de acusação arroladas pelo MP; cinco testemunhas arroladas pela defesa de Elissandro Spohr; cinco testemunhas arroladas pela defesa de Mauro Londero Hoffmann, e cinco testemunhas arroladas pela defesa de Marcelo de Jesus dos Santos.

Jurados e testemunhas ficarão isolados, em razão da incomunicabilidade. Mas enquanto os jurados ficam nessa condição até o final do julgamento, as testemunhas são liberadas após prestarem depoimento. Eles serão hospedados em hotéis e acompanhados em tempo integral por oficiais do Tribunal de Justiça.

Depois de ouvidos os sobreviventes e as testemunhas, haverá o interrogatório dos réus Elissandro, Mauro, Marcelo e Luciano, que podem ficar em silêncio, se assim desejarem. Nessa etapa, acusação e defesa terão a oportunidade de apresentar suas teses e argumentos aos jurados. O tempo total para essa fase do julgamento será de nove horas. Serão duas horas e meia para o MP e assistente de acusação, duas horas e meia para as defesas dos réus, duas horas de réplica para o MP e assistente de acusação, e duas horas de tréplica.

Após os debates, os jurados serão indagados se estão prontos para decidir e passarão a uma sala privada para responder ao questionário. Os jurados decidem individualmente, com voto secreto, respondendo a perguntas formuladas pelo magistrado, mediante o depósito de cédula em uma urna. Ao final, a maioria prevalece.

O júri será transmitido ao vivo pelo canal do TJRS no Youtube .

Nesta terça-feira (30) o Brasil chegou à marca de 62,72% da população totalmente imunizada contra a covid. Em números, este porcentual significa que 133,7 milhões de pessoas receberam as duas doses ou o imunizante de aplicação única, de acordo com o levantamento do consórcio de veículos de imprensa.

Alguns Estados não atualizaram os dados da vacinação nesta terça. A Bahia segue com problemas na divulgação dos números. Paraná, Amapá e Distrito Federal também não tiveram atualizações.

##RECOMENDA##

O número de pessoas parcialmente imunizadas, com ao menos uma dose da vacina, soma 158.968.799, equivalente a 74,52% do total de habitantes do País.

As aplicações em todo o País nas últimas 24 horas ficaram em 1.095.179. Houve 129,7 mil aplicações das primeiras doses. Por outro lado, 593,6 receberam a 2ª aplicação da vacina.

O registro de dose única aparece como 637 aplicações. As doses de reforço foram administradas em 371,2 mil habitantes, totalizando 16,4 milhões de doses aplicadas.

Depois de se tornar o primeiro presidente da República a governar sem estar filiado a nenhum partido político por dois anos, nesta terça-feira (30), Jair Bolsonaro oficializou a sua filiação ao PL. O cientista político Elton Gomes afirma que a legenda pode ser “vitaminada” com a chegada de Bolsonaro.

Elton aponta que, assim como o ex-presidente Lula (PT), Jair Bolsonaro é um líder carismático que conseguiu estabelecer uma base eleitoral sólida e apoiadores inamovíveis. “Isso representa uma potência eleitoral para a legenda que tem como candidato à Presidência da República um filiado”, diz.

##RECOMENDA##

O estudioso relembra o ‘efeito Bolsonaro’ que fez com que o então nanico PSL passasse de apenas um deputado (Luciano Bivar) para 54 parlamentares em 2018, com Bolsonaro disputando a Presidência pelo partido.

“O PSL era praticamente uma propriedade particular do Luciano Bivar, e foi elevado ao maior partido da Câmara dos Deputados, com 54 parlamentares - que depois diminuiu para 52 deputados. Então, é provável que a ida de Bolsonaro para o PL vitamine muito o partido”, salienta.

Já existe uma movimentação onde parlamentares do próprio PSL, que continuam fiéis ao presidente Jair Bolsonaro, sinalizam que devem deixar o partido para disputar uma reeleição pelo PL. “Porque eles se elegeram no esteio do bolsonarismo e maioria reconhece que não tem força política própria. Tem força associada ao próprio Bolsonaro, o que é muito racional”, complementa Elton Gomes.

Saídas do PL

Imposições de Jair Bolsonaro, acordos políticos estaduais e diferenças ideológicas devem fazer com que ao menos cinco deputados federais deixem o PL e procurem outra legenda para disputar as eleições de 2022. Três desses deputados são do Nordeste e dois são do Norte. 

Junior Mano (CE), Fabio Abreu (PI), Sergio Toledo (AL), Cristiano Vale (PA) e Marcelo Ramos (AM). A maioria desses parlamentares apoiam, em seus estados, governantes que são de esquerda. Bolsonaro já declarou que o PL não deverá apoiar nenhum candidato de esquerda no país.

O cientista político avalia que os políticos que já estão no PL não perdem nada com a ida do presidente. “Pelo contrário, eles ganham o poder de barganha. Se aumentar o tamanho do partido, o PL passa a dispor de uma fatia maior do fundão eleitoral que foi aprovado pelo Congresso. 

Retorno de Bolsonaro ao Centrão

Mesmo já tendo integrado o Centrão na época que atuava como deputado federal pelo PP, por exemplo, Bolsonaro se elegeu em 2018 criticando esse grupo de 14 partidos que atualmente conta com 260 parlamentares. Antes de se tornar presidente, ele costumava chamar o Centrão de “velha política”.

Bolsonaro até tentou no primeiro ano do seu mandato governar sem fazer barganhas políticas, mas não demonstrou força e depois acabou distribuindo cargos e dinheiro para esse grupo. Elton explica que, dentro do nosso modelo de governo, que é o presidencialismo de coalizão, não é viável governar sem o apoio do Centrão ou de pelo menos parte considerável dele. 

“Bolsonaro é um ator político bastante peculiar. Ele é originário desse grupo político, que chegou ao poder sem o apoio dos grandes partidos, por isso tentou governar no início do seu mandato sem se entregar ao esquema de barganhas e trocas, caracterizador do sistema de presidencialismo brasileiro. Todavia, no final do seu primeiro ano de governo, Bolsonaro começou a fazer acenos para algumas bancadas”, fala o estudioso.

O que a oficialização do retorno de Bolsonaro para o Centrão pode representar para o seu eleitorado? O cientista salienta que, no Brasil, as legendas importam muito pouco porque os partidos políticos são pouco programáticos e pouco consistentes na questão ideológica. 

“O Brasil vive muito o personalismo da vida pública, que é potencializado pelo messianismo político, tendência de procurar sempre os salvadores da pátria”, pontua. 

O Brasil registrou, entre ontem e hoje, 305 óbitos causados pela covid-19, de acordo com dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) divulgados nesta terça-feira, 30. Com os registros, o País acumula 614.681 vidas perdidas para a doença.

O levantamento do Conass, que compila dados de secretarias de Saúde dos 26 Estados e do Distrito Federal apontou ainda 9.710 novos casos de covid-19 em 24 horas, com um total de 22.094.459 registros desde o início da pandemia. Os dados do Distrito Federal não foram computados por problemas técnicos.

##RECOMENDA##

O julgamento do ator argentino Juan Darthés, acusado de estuprar a atriz Thelma Fardín, da mesma nacionalidade, durante uma turnê em Manágua em 2009, começou nesta terça-feira (30) no Brasil, onde o artista reside desde que foi acusado em 2018.

Uma fonte da Justiça Federal de São Paulo confirmou à AFP que o julgamento em primeira instância deste caso, sob sigilo, deveria começar com os depoimentos de testemunhas em audiência virtual que poderia durar até quarta-feira.

##RECOMENDA##

O caso, no qual colaboram as justiças brasileira, argentina e nicaraguense, causou forte comoção na Argentina. A atriz de 29 anos testemunhou nesta terça-feira na Unidade Fiscal de Violência contra a Mulher (UFEM), em Buenos Aires.

Em dezembro de 2018, Fardín denunciou ao Ministério Público da Nicarágua que Juan Darthés (57), de nome artístico Juan Pacífico Dabul, a estuprou em um quarto de hotel em maio de 2009 em Manágua, quando o elenco fazia uma turnê pela popular série de televisão "Patinho feio".

Um ano depois, o Ministério Público da Nicarágua acusou o ator - que também tem nacionalidade brasileira - de estuprar Fardín em um hotel em Manágua, "aproveitando-se da confiança devido ao trabalho e da diferença de idade".

Quando os fatos ocorreram, a atriz tinha 16 anos e o ator 45. A Constituição brasileira não permite a extradição de nacionais, mas o Código Penal permite o julgamento de brasileiros em seu território por crimes cometidos no exterior. Em abril de 2021, o Ministério Público de São Paulo apresentou a denúncia que foi aceita pelo Judiciário.

"Chego ao julgamento cansada, mas também com a certeza de que é onde eu devo estar e aonde queremos que cheguem todos os casos como o meu: a um julgamento. De todas as vezes que eu tive que contar minha história e reviver o que aconteceu comigo, essa é a que terá maior impacto coletivo", declarou a atriz ao site de notícias UOL.

Nas poucas vezes em que discutiu o caso, Darthés rejeitou as acusações contra ele.

O coletivo Actrices Argentinas, que impulsionou o julgamento, leu nesta terça-feira um manifesto em apoio a Fardín em frente à UFEM, onde também devem depor as atrizes Calu Rivero e Anita Co, que denunciaram Darthés por assédio e abuso sexual.

“Estamos juntas novamente para abraçar Thelma, pedir que seu agressor seja condenado e reafirmar que apesar de todos os obstáculos, este é um caminho que não tem volta para mulheres e dissidentes na América Latina”, diz o manifesto.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando