Tópicos | Água Preta

Estão prorrogadas as inscrições para o processo seletivo da Prefeitura de Água Preta, na Zona da Mata de Pernambuco, que visa efetivar 169 profissionais com níveis fundamental, médio ou superior. Agora, os interessados devem se candidatar até o dia 12 de março por meio do formulário eletrônico, ou presencialmente no Colégio Municipal Padre Francisco Geraedts, localizado na Eudócia, Água Preta, das 8h às 13h.

As oportunidades são para os cargos de professor de educação infantil, auxiliar de educação infantil, professor de creche, professor de ensino fundamental II - letras, professor de ensino fundamental II - ciências biológicas, nutricionista, merendeiro, auxiliar administrativo, entre outros.

##RECOMENDA##

Como forma de seleção, os candidatos passarão pela análise de títulos e experiência profissional. Para os participantes inscritos nos cargos de motorista e professor, haverá aplicação de avaliação prático-profissional.

Efetivados, os profissionais trabalharão 30 horas semanais, ou de 150 a 200 horas-aula para o cargo de professor, e receberão salários que variam de R$ 1.100 a R$ 1.600, a depender da função. Mais informações podem ser conferidas através do edital da seleção.

O prefeito de Palmares, Altair Júnior (MDB), dois diretores da Administração e uma empresa foram acusados de desviar mais de meio milhão de reais em recursos públicos destinados a promoção de eventos esportivos no município da Mata Sul de Pernambuco. Nesta quinta-feira (17), a Polícia Civil cumpriu 11 mandados em três cidades para apurar os crimes de formação de quadrilha, peculato e falsificação de documentos.

"Confirmamos que houve desvio de verbas da Prefeitura de Palmares através de convênios firmados entre a Secretaria de Esportes e a Liga Desportiva de Palmares, que é uma empresa privada que tinha a obrigação de fomentar o esporte na cidade", reforçou o delegado Diego Pinheiro, que deu início às investigações em janeiro deste ano, após receber denúncias anônimas e da Câmara Municipal.

##RECOMENDA##

[@#video#@]

Os diretores executivo de Finanças e de Esportes de Palmares seriam os operadores do esquema de desvio, que envolvia um empresário de Água Preta. "Era bem simples. O dinheiro da Prefeitura era emitido através de cheques diretamente do diretor executivo de finanças para o diretor de esportes, em nome da Liga Desportiva. Esse diretor procurava o presidente da Liga, bem como o tesoureiro, endossavam os cheques, e o diretor ia no banco e sacava esse dinheiro. Tudo isso, segundo o próprio diretor de esportes, a mando do prefeito", revelou o delegado.

Os eventos da Liga Desportiva, que justificariam os convênios firmados entre 2017 e 2018, não chegaram a ser realizados. Por isso, a prestação de contas foi falsificada em documentos e batizou a investida policial como operação Fim de Jogo.

Ao longo da manhã, 70 agentes apreenderam um revólver municiado calibre 30, R$ 10 mil, celulares, computadores, extratos bancários e documentos, em residências e centros administrativos do Recife, Palmares e Água Preta.

 Segundo às autoridades, os crimes em si não cabem prisão, pois são fatos antigos. O afastamento de Altair Júnior (MDB) não chegou a ser solicitado, tendo em vista que seu mandato encerra ao fim do mês.

O cantor Arnaldo Antunes é uma das atrações do Festival Arte na Usina que acontece de quinta-feira (14) a sábado (16) na Usina Santa Terezinha, em Água Preta, na Mata Sul de Pernambuco. Completam a programação os artistas: Almério, Mariana Aydar, Santanna “o cantador”, DJ 440 e Martins. O evento também conta com oficinas artísticas, exposições, performances e circuitos culturais.

Os shows acontecem a partir das 21h, mas durante o dia o público terá à disposição exposições, performances e circuito cultural no Parque Artístico-Botânico da Usina, que abriga mais de 15 obras e instalações de arte contemporânea em diálogo com cerca de 5 mil plantas de mais de 300 espécies em uma área de 29 hectares.

##RECOMENDA##

Entre os destaques das artes visuais, o térreo da Biblioteca da Usina de Arte recebe até o dia 16 a exposição “Poema Vive Processo”, de curadoria do artista José Rufino. Já o dia 15, o artista plástico cubano Carlos Garacoia apresentará o seu “Jardim Frágil”, projeto desenvolvido para o Parque Artístico-Botânico, que, ao lado do Hangar, também sedia a exposição “Nheê Nheê Nheê”, do artista Márcio Almeida.

Tem mostra também na vila de Santa Terezinha, no Alquimia Café, onde está instalada “Hipocondríacos”, da fotógrafa e artista Piera Lobo. Já campo das performances, a 5ª edição do Festival receberá, na quinta-feira (14), uma apresentação da alagoana Vera Gamma na Casa Imaginária do Jardim Botânico da Usina, que também será palco para a apresentação do espetáculo Usina do Corpo, do Grupo Experimental de Dança Contemporânea do Recife. No sábado (16),  os músicos Lívia Nestrovski e Fred Ferreira farão um pocket show dentro da obra “Átrio”.

Programação de shows e performances:

Quinta-feira - 14 novembro

17h – Performance Vera Gamma

Local: Casa Imaginária/Jardim Botânico

21h – Santana, o cantador 23h – DJ 440

Local: Palco na Vila de Santa Terezinha

Sexta-feira - 15 novembro

16h – Espetáculo Usina do Corpo

Local: Jardim Botânico da Usina de Arte

21:00h – Martins 23h – Arnaldo Antunes

Local: Palco na Vila de Santa Terezinha

Sábado - 16 novembro

17h – Lívia Nestrovski e Fred

Local:  Casa imaginária - Jardim Botânico da Usina de Arte

21:h – Almério 23h – Mariana Aydar

23h – Arnaldo Antunes

Local: Palco na Vila de Santa Terezinha

Serviço

Festival Arte na Usina

Quinta-feira (14), Sexta-feira (15), Sábado (16) | 21h

Usina Santa Terezinha (Rodovia PE99 KM 10 - Água Preta - PE)

Gratuito

*Da assessoria

Seguem até dia 16 de janeiro de 2019 as inscrições para o processo seletivo da Prefeitura de Água Preta, em Pernambuco. O município oferece 103 vagas temporárias para atendimento das necessidades especiais da Secretaria Executiva Municipal de Educação, Esporte e Cultura (Semec). É necessário ter ensino fundamental, médio, magistério ou pedagogia, licenciatura plena em área específica, além de cursos específicos, que podem ser conferidos no edital do certame.

Para se candidatar, é preciso preencher e entregar ficha de inscrição, juntamente com uma cópia do comprovante de pagamento da taxa, na sede da Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura, localizada na Rua Dantas Barreto, número 18. O valor cobrado para participar do processo seletivo é de R$ 20 e R$ 40, a depender do cargo escolhido

##RECOMENDA##

Já as provas serão aplicadas no dia 20 de janeiro para os candidatos de professor, agente administrativo e cuidador. As demais ocupações terão avaliação aplicada às 13h30. Os profissionais selecionados irão atuar em jornada de trabalho que pode variar de 40 horas semanais a 150 horas mensais, a depender da função escolhida. Já as remunerações vão de R$ 954 a R$ 1.125. O processo seletivo tem validade até 31 de dezembro de 2019, podendo ser prorrogado.

O município de Nazaré da Mata, localizado na Zona da Mata de Pernambuco, receberá oficinas gratuitas de capacitação em dança Brasílica nas escolas durante este mês de novembro, a partir do próximo sábado (10) até o dia 25 do mesmo mês. As aulas serão realizadas das 9h às 12h e das 13h às 16h, no Colégio Santa Cristina. 

O trabalho é promovido pelo Projeto Acorda - Ações Coordenadas em Dança, que tem apoio do Funcultura e já percorreu outras cidades do Estado com o objetivo de fortalecer, preservar e difundir dança Brasílica, uma metodologia criada pelo Balé Popular do Recife, baseada em manifestações populares, a exemplo do caboclinho, maracatu, frevo, reisado, entre outros ritmos.  Cada turma pode ter até 20 pessoas a partir dos 14 anos de idade, sem limite máximo.

##RECOMENDA##

Os grupos serão formadas por articuladores do projeto, para que jovens com algum interesse em dança ou importantes na vida cultural das comunidades sejam inseridos. No mês de dezembro o projeto retornará ao Recife, onde ficará até o dia 16, com aulas ministradas no Espaço Vila, em Santo Amaro, das 9h às 12h e das 13h às 16h.

LeiaJá também

--> Oficina trata das narrativas amazônidas no audiovisual

--> Ipojuca recebe vivência gratuita de educação musical

No início do ano, várias oportunidades para profissionais da educação surgem. A renovação de quadro e a readequação de corpo docente proporcionam novas vagas para a área. O LeiaJá separou os concursos e seleções simplificadas para professores que buscam se inserir no mercado de trabalho.

Entre as oportunidades, empregos que vão da educação infantil a superior com salários que chegam a R$ 19 mil reais.  

##RECOMENDA##

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Professores em Regime de dedicação exclusiva - Diversas áreas

Nível superior 

Salário de até R$ 9.585,67

Inscrições até 8 de março nos Diretórios Acadêmicos de cada área (Endereços no Edital)

Taxa de R$ 239

Provas Escrita, Didática, Didático-Prática e de Defesa do Memorial

Edital e Retificações

 

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Professor Titular Livre  - Diversas áreas

Nível superior

Salário de até R$ 19.892,48

Inscrições até 9 de abril nos endereços:

- Centro de Biociências: Avenida Professor Moraes Rego s/nº Cidade Universitária, Recife - PE

- Centro de Ciências Exatas e da Natureza: Avenida Jornalista Aníbal Fernandes s/nº, Cidade Universitária, Recife - PE

Taxa de R$ 300

Prova Escrita, Prova de Apresentação e Defesa do Projeto e Pesquisa e Julgamento de Títulos

Edital

 

 


Prefeitura do Recife (PE)

Professor Escolar - Diversas áreas

Nível superior

Salário de até R$ 4 mil reais

Inscrições até 11 de março no site

Não há cobrança de taxa

Avaliação Curricular

Edital em breve

 

Prefeitura de Água Preta (PE)

Professor Escolar - Diversas áreas

Magistério e Superior

Salário de até R$ 1.050,00

Inscrições até 3 de março via internet

Taxa de R$40

Avaliação Curricular

Edital 

 

Prefeitura de Camaragibe (PE)

Professor Escolar - Diversas áreas

Nível superior

Salário de até R$ 3 mil reais

Inscrições até 28 de fevereiro no endereço:

- Secretaria de Educação, situada na Rua José Belém de Lima, s/n –Loteamento Esplanada do Açude – Timbi – Camaragibe-PE.

Não há cobrança de taxa

Avaliação Curricular

Edital

 

Prefeitura de Natal (RN)

Professor Escolar - Diversas áreas

Nível Superior

Salário de até R$ 2.405,45

Inscrições até 28 de fevereiro via internet

Taxa de R$60

Avaliação Curricular

Edital

O ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), anuncia, na manhã desta segunda-feira (14), a liberação de R$ 5,25 milhões de recursos para a retomada de obras do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV) em Água Preta, na Mata Sul de Pernambuco.  Os recursos serão destinados para recuperação 252 unidades habitacionais de 3 módulos contíguos do Projeto Água Preta, que sofreram avarias após invasões. O empreendimento é integrante da Operação Reconstrução, realizada em 2010, para atender aos desabrigados das enxurradas ocorridas naquele ano.

Ainda em Pernambuco, às 15h, o ministro vai autorizar a contratação da 2ª etapa do Plano de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Pernambuco, durante uma cerimônia em Jaboatão dos Guararapes.

##RECOMENDA##

A 2ª fase do Plano de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Pernambuco é um convênio com o Ministério das Cidades, inserido no PAC 2, e terá a elaboração de projetos básico e executivo das unidades demandadas e da remediação de lixões, com base nos pré-projetos. Os municípios que serão objetos de licitação são: Paulista, Abreu e Lima, Itapissuma, Itamaracá, Araçoiaba, Ipojuca, Cabo de Santo Agostinho, Jaboatão dos Guararapes, Moreno e Recife.

A 1ª edição de Rodízio de Doces acontece em Água Preta, Mata Sul de Pernambuco, entre os dias 5 e 6 de agosto. A iniciativa é da empresária Pauline Góes, dona da Pauline Góes Doceria, e contará com 20 tipos diferentes de doces, desde os tradicionais brigadeiros até os doces goumert.

O evento acontece na casa da empresária. Os participantes terão direito a duas horas de rodízio, previamente agendado. A ideia tem o objetivo de expandir os negócios e também como estratégia de fidelizar clientes. “Sempre prezo pelo contato direto com os meus clientes. Tenho cuidado com essa relação e não pensaria em outro lugar para realizar o evento que não fosse na minha casa, que é onde funciona a produção dos doces”, ressalta.

##RECOMENDA##

LeiaJá também: Food park promove "1º Open Bar de Batata Frita" no Recife

Os interessados devem comprar os ingressos, que custam R$ 26, na Doceria e escolher o horário. Segundo Pauline, serão 20 pessoas por sessão e as provas serão sem moderação. “As pessoas poderão comer quantos doces quiserem, mas o desperdício não é permitido. Caso o participante desperdice algum doce, pagará por ele”, explica.

Além disso, não será permitido que os participantes levem doces para casa. Na ocasião, serão vendidos sucos, refrigerantes, água e salgados. A estimativa, de acordo com a organizadora, é que 140 pessoas participem do rodízio.

A doceria está no mercado há dois anos e meio e conta com cinco funcionários fixos. Pauline conta que após muita pesquisa para inovar nos negócios, ela decidiu fazer um evento que fosse acessível e atendesse as necessidades da região.

[@#galeria#@]

Serviço

1º Rodízio de Doces

Água Preta (Rua Siqueira Campos, 1º andar, 3484, Centro)

Sábado (5) | 13h às 15h; 15h às 17h; 17h às 19h; 19h às 21h

Domingo (6) | 13h às 15h; 15h às 17h; 17h às 19h

R$ 26

Recomeçar. Reconstruir. Nos municípios da Mata Sul pernambucana, as consequências das chuvas, uma vez mais, foram devastadoras. Assim como em 2010 e em 2012, inúmeros imóveis foram engolidos pela água enlameada dos rios que transbordaram. A reportagem do LeiaJá visitou algumas das principais cidades atingidas: Sirinhaém, Rio Formoso, Barreiros, Água Preta, Palmares. Em todos os locais, tristeza e esperança caminham de mãos dadas. A hora é de varrer a lama e a dor para fora de casa, retomar a rotina. Mas mesmo que a chuva passe, certas marcas dificilmente se apagarão.

[@#video#@]

##RECOMENDA##

O Governador Paulo Câmara anunciou neste domingo (28), em coletiva de imprensa, que 13 municípios de Pernambuco encontram-se em estado de calamidade, devido às fortes chuvas que caíram nos últimos dois dias. Segundo os dados da Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe), duas pessoas morreram, uma está desaparecida e cerca de 5 mil pessoas já estão desabrigadas.

Da sexta (26) a este domingo, choveu equivalente a 140 milímetros, situação bastante parecida com a que ocorreu em 2010, quando a Mata Sul, que aparece novamente como a área mais atingida pelas chuvas, teve cidades praticamente destruídas. As cidades de Amaragi e Rio Formoso são as que estão em pior situação dentre as mais atingidas. Ribeirão, Barra de Guabiraba, Palmares, Belém de Maria, São Benedito do Sul, Barreiros, Cortês, Catende, Maraial, Água Preta e Jaqueira também estão na lista de calamidade.

##RECOMENDA##

[@#video#@]

Para tentar controlar a situação, foram criados sete Gabinetes de Crise e Monitoramento que serão montados em algumas das cidades. Eles vão servir como centros de ajuda à população e recebimento de doações. Ainda para dar apoio aos municípios, os Bombeiros deslocaram 200 homens para trabalhar nos locais, dez viaturas, dez embarcações e dois helicópteros para sobrevoo e possíveis resgates.

A Defesa Civil irá montar um ponto de doações para os atingidos no Recife, ainda sem local confirmado. O secretário executivo da Codecipe, tenente-coronel Fábio Rozendo, explicou quais produtos são mais urgentes nesse primeiro momento: "Lençois, cobertores, colchões, água mineral e alimentos de pronto consumo, como biscoitos e industrializados, são de extrema importância nesas horas."

De acordo com Paulo Câmara, estas chuvas só não foram tão graves quanto as de 2010 por conta de uma organização prévia, uma vez que a Apac já tinha feito uma previsão da situação, e da existência da barragem de Serra Azul. Segundo Márcio Estefano, Secretário de Planejamento, a barragem acumulou algo em torno de 15 milhões de metro cúbicos de água em apenas dois dias, evitando o agravamento das enchentes. “A barragem está operacional e funcionando. Sem ela, as cenas que estamos vendo seriam ainda piores”, explicou o secretário.

Ainda esta tarde, Paulo Câmara fará sobrevoos pela Mata Sul para avaliar a situação de perto e, à noite, receberá o presidente Michel Temer no Plácio do Campo das Princesas para discutir a situação das enchente. "O presidente chegará por volta das 19h e faremos uma reunião fechada. Vamos conversar sobre o está acontecendo e também pedir repasse de verbas para a construção de novas barragens", contou o governador. 

LeiaJá também

--> Chuvas fortes causam enchentes e deslizamento de barreiras em PE

 

 

Na manhã desta quarta-feira (15), a Polícia Federal deflagrou a Operação Cosa Nostra, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que se instalou e atuava em prefeituras de municípios do Agreste pernambucano. Em conjunto com o Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria Geral da União (CGU), e Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) estão sendo cumpridos, desde as 6h, 17 mandados de busca e apreensão.

A operação está cumprindo três mandados em Agrestina, seis em Caruaru, sete em Garanhuns e um em São João, onde moram integrantes do grupo. Eles atuavam nos municípios de Agrestina, Panelas, Jurema, Água Preta, Lagoa dos Gatos, Bom Conselho, Jupi, Iati, Riacho das Almas e Angelim. 

##RECOMENDA##

A finalidade deste passo da ação é apreender materiais comprobatórios das ilegalidades, como documentos, computadores, mídias e planilhas. Ainda de acordo com a PF, as investigações iniciaram em junho de 2016 com base em relatórios da CGU com denúncias de um vereador. A partir disto, já foram encontradas irregularidades em contratos de empresas em favor de um cartel formado por sócios-laranjas aprovadas em licitação fraudada para serviços na saúde e educação. Essas obras eram pagas com recursos federais e repassadas para beneficiar políticos, parentes e empresários. Ao todo, a PF aponta para cerca de R$ 100 milhões em empenhos suspeitos envolvendo dez prefeituras.  

Segundo as autoridades, oito pessoas suspeitas serão indiciadas, entre elas, representantes de empresas e servidores públicos. A PF aponta que eles serão responsabilizados na medida da sua participação pelos crimes de frustração de caráter competitivo de licitação; fraude na contratação; corrupção ativa e passiva; crime de responsabilidade, cujas penas somadas ultrapassam os 30 anos reclusão.

O prefeito eleito no município de Água Preta, Eduardo Coutinho (PSB), pode não assumir o cargo no próximo ano. O Ministério Público de Pernambuco (MMPE) ingressou recurso para que o socialista e o seu vice, Antônio Marcos Fragoso Lima, não tomem posse. 

Segundo o Ministério Público, caso Coutinho assuma o mandato, será a terceira vez seguida que ele exercerá a chefia do executivo municipal da cidade, o que seria proibido pela Constituição Federal.

##RECOMENDA##

A promotora de Justiça Vanessa Cavalcanti explicou que ele já foi prefeito de Água Preta nos períodos de 1° de janeiro de 2009 a 31 de dezembro de 2012 e 1º de janeiro de 2013 a 31 de agosto de 2013. Eduardo Coutinho, em 2012, passou 8 meses no cargo porque à época o candidato eleito, Armando Almeida Souto, teve seu registro de candidatura indeferido. 

Segundo o MPPE, “o período exercido pelo candidato eleito Eduardo Coutinho, em 2013, apesar de exíguo, segundo decisões do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), caracterizou efetivo exercício de mandato na chefia do Poder Executivo local, razão pela qual não poderia concorrer a um terceiro mandato consecutivo”.

A cidade poderá ter uma nova eleição, a depender da decisão da Justiça. Em Ipojuca, já foi confirmado a eleição suplementar com data ainda a ser definida. 

 

 

 

De 11 a 20 de novembro, a Zona da Mata Sul de Pernambuco recebe o Festival Arte na Usina. Durante o evento, 15 artistas se apresentam gratuitamente nas cidades de Água Preta, Xexéu e entorno da região. A ação será realizada na Usina Santa Terezinha e vai reunir 25 oficinas gratuitas de oito modalidades artísticas, shows, performances, mesas de discussão, exibição de filmes, palestras e exposições.

“O Festival é o ponto alto de uma programação que acontece durante todo o ano reunindo residências artísticas, escola de música, instalação de um Jardim Botânico, entre outras atividades culturais e ecológicas, buscando inserir a Usina Santa Terezinha em um roteiro turístico na região, reativando as engrenagens econômicas do local”, ressalta uma das produtoras do evento, Bruna Pessoa de Queiroz.

##RECOMENDA##

Ronaldo Fraga, José Rufino, Alice Ruiz, Laura Vinci, Hugo França, Silvério Pessoa, Adiel Luna, Sagrama, Helder Vasconcelos, Leda Catunda, Fábio Delduque, entre outros artistas integram a programação do evento. Para o público, há opções de hospedagem nos domicílios dos membros da comunidade que residem na vila. As opções de estadia podem ser conhecidas no site Usina de Arte.

A organização do evento também disponibilizará uma área para camping munida de estrutura com banheiros e uma Praça de Alimentação mobilizada por empreendedores locais do ramo gastronômico. O Arte da Usina é uma realização da Usina de Arte com patrocínio da Copergás e conta com apoio do Consulado da Áustria e Aguardente Pitu. Segue abaixo programação completa:

Sexta-feira (11) 

Noite | 20h – Show - Sagrama

Sábado (12) 

Manhã | 9h às 13h – Oficina Ampliação do Olhar com Camila Leão

Noite | 18h – Curta Amigos na Diferença, produzido na Safra 2015 (entrega dos DVDs)

19h – Filme Expedição Serrinha na UST de Beto Brant

20h – Show - Adiel Luna e Bule-Bule

Domingo (13) 

Manhã | 9h às 13h – Oficina Ampliação do Olhar com Camila Leão

Tarde | 15h às 17h – Oficina Ressignificação de Resíduos Vegetais com Hugo França

Noite | 19h – Curta Ô de Marcelo Coutinho

19h30 – Filme Som Ao Redor de Kleber Mendonça

Segunda-feira (14) 

Manhã | 9h às 13h – Oficina Ampliação do Olhar com Camila Leão

9h às 12h – Oficina Pintura Expandida com Leda Catunda

9h às 12h – Oficina Pulso Presença com Helder Vasconcelos

Tarde | 14h às 17h – Oficina Haikaicom Alice Ruiz

14h às 17h – Oficina Ressignificação de Resíduos Vegetais com Hugo França

Terça-feira (15) 

Manhã | 9h às 13h – Oficina Ampliação do Olhar com Camila Leão

9h às 12h – Oficina Pintura Expandida com Leda Catunda

9h às 12h – Oficina Pulso Presença com Helder Vasconcelos

Tarde | 14h às 17h – Oficina Haikaicom Alice Ruiz

Noite | 19h – Mesa Mediação na Arte com Fábio Delduque, Diógenes Moura e Joana D’Arc

22h – Monólogo Não Danifique os Sinais com Diógenes Moura

Quarta-feira (16) 

Manhã | 9h às 13h – Oficina Ampliação do Olhar com Camila Leão

9h às 12h – Oficina Pintura Expandida com Leda Catunda

9h às 12h – Oficina Pulso Presença com Helder Vasconcelos

Tarde | 14h às 17h – Oficina Haikaicom Alice Ruiz

14h às 18h – Oficina Pequenas Construções Tridimensionais com Laura Vinci

14h às 18h – Oficina Dance Yoga com Lu Brites

Noite | 19h – Mesa Arte como Transformação com José Rufino, Bitu Cassunde e Zé Luiz Passos

21h – Cine Performance Brasil S/A com trilha sonora ao vivo de Benjamim Taubkin

Quinta-feira (17)

Manhã | 9h às 13h – Oficina Ampliação do Olhar com Camila Leão

9h às 12h – Oficina Pintura Expandida com Leda Catunda

9h às 12h – Oficina Pulso Presença com Helder Vasconcelos

Tarde | 14h às 18h – Oficina Pequenas Construções Tridimensionais com Laura Vinci

14h às 18h – Oficina Dance Yoga com Lu Brites

14h às 17h – Oficina Croquis e Memória Gráfica com Ronaldo Fraga

Noite | 19h – Mesa Popular e Erudito com Marcelo Coutinho, Leda Catunda e Helder Vasconcelos

20h – Palestra com Ronaldo Fraga

21h – Show – Siba

Sexta-feira (18)

Manhã | 9h às 13h – Oficina Ampliação do Olhar com Camila Leão

9h às 12h – Oficina Pintura Expandida com Leda Catunda

9h às 12h – Oficina Pulso Presença com Helder Vasconcelos

Tarde | 14h às 18h – Oficina Pequenas Construções Tridimensionais com Laura Vinci

14h às 18h – Oficina Dance Yoga com Lu Brites

14h às 17h – Oficina Croquis e Memória Gráfica com Ronaldo Fraga

Noite |  21h – Show – Bandavoou

Sábado (19)

Manhã | 9h às 13h – Montagem da Exposição

Tarde | 14h às 18h – Oficina Pequenas Construções Tridimensionais com Laura Vinci

15h – Concentração do Boi Marinho

17h – Desfile do Boi Marinho com Helder Vasconcelos

Noite | 20h – Performance Alunos com Lu Brites

22h – Show – Silvério Pessoa

Domingo (20)

Manhã | 10h – Abertura da Exposição Arte na Usina Safra 2016

O sábado (4) é de chuva em Pernambuco e em algumas cidades a água tem causado alagamentos e quedas de barreiras. De acordo com a Agência Pernambucana de Águas e Climas (Apac), o município que mais choveu até agora foi o de Escada, 117,2 mm. Em Olinda, o índice foi de 49,3 mm e no Recife 47,2 mm. Durante a noite não houve chuvas significativas.

Segundo a Defesa Civil de Pernambuco até a manhã deste sábado foram registrados um desmoronamento parcial de residência no Recife, um deslizamento de barreira em Água Preta, na Mata Sul, e dez deslizamentos em Escada, todos sem vítimas. Além disso, em Igarassu, na Região Metropolitana do Recife (RMR), uma árvore caiu sobre uma casa deixando uma vítima, com ferimentos leves, e em Ipojuca, também na RMR, foram registrados dois pontos de alagamentos dos Rios Camela e Ipojuca, duas famílias ficaram desalojadas e quatorze desabrigadas.

##RECOMENDA##

A previsão, de acordo com a Apac, é de que as precipitações permaneçam até o fim do sábado. 

A Polícia Civil apresentou na manhã desta sexta-feira (24) os autores do assassinato da advogada Severina Natalícia da Silva: Jaermerson Jacinto Pereira, vulgo Jajá, Jaemerson de Assis Pereira, o Jajá Galego, e Valdomiro Francisco dos Santos. Na sessão também estavam presentes parentes da advogada, que acompanharam toda a investigação do caso.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Bruno Vital, da 3ª Divisão de Homicídios do Agreste, de Caruaru, Jajá é o principal executor da advogada, e responsável pelo planejamento da ação. “Como a Severina estava envolvida numa defesa que indiciava parentes da família do Jaermerson, ele se sentia ameaçado com isso, o que pode justificar sua atuação durante toda a ação do crime”, revelou. A defesa da advogada era uma disputa de terras na qual Jaermerson estava envolvido.

##RECOMENDA##

Severina desapareceu no dia cinco de dezembro de 2013, em Bezerros, Agreste pernambucano, onde vivia, e foi encontrada morta num canavial em Água Preta, na Mata Sul do Estado, no dia 23 de dezembro. Seu corpo estava carbonizado e em avançado estado de decomposição, o que dificultou a perícia do Instituto de Medicina Legal (IML). “Ela já vinha recebendo ameaças do Jaermerson”, alegou Vital, que também afirmou que Severina já havia sofrido uma tentativa prévia de sequestro, que não funcionou.

Além destes três acusados, a polícia também apreendeu 12 armas (entre revólveres, rifles e espingardas), munições e dois carros, e prendeu dois homens em flagrante, Severino Alexandre da Silva e Joel Bezerra dos Santos, dono de uma propriedade onde se suspeita que a arma responsável pelos disparos contra a advogada esteja guardada. Na apresentação, também esteve presente o presidente da OAB, Pedro Henrique Reynaldo, que ressaltou o dever da advogada com sua profissão. “A OAB não vai descansar enquanto não punir qualquer pessoa que ameace os profissionais de direito de exerceram sua profissão”, disse.

A irmã da vítima, Maria Helena Silva, falou sobre o sentimento da família após a captura dos acusados. “Nunca desconfiei da vítima, e uma dessas pessoas eu encontrava todo dia, e depois do dia cinco (de dezembro), eu não o vi mais”, revelou. Sobre um possível perdão dos acusados, ela informou que está tentando perdoar. “Estamos sofrendo muito, é muito difícil, mas estou tentando perdoar, e rezando muito para que Deus ilumine eles e coloque um pouco de bondade no coração deles”, finalizou.

Os acusados vão responder pelos crimes de homicídio qualificado, sequestro, ocultação de cadáver, formação de quadrilha e porte ilegal de armas, e ainda não se sabe quantos anos de prisão eles podem pegar.

Cerca de 160 famílias de trabalhadores rurais do Movimento Sem Terra (MST) foram despejados de um local conhecido como Engenho Brasileiro, no município de Água Preta, na Mata Sul do estado. Desde o ano de 2011 que os integrantes do movimento estavam no local e sofrendo ameaças de homens armados.

Em 2013, o grupo firmou um acordo com o governador Eduardo Campos, que prometeu desocupar 40 áreas consideradas de conflito agrário. Segundo relatos da dirigente estadual do MST, Vilma Silva, quatro viaturas da Polícia Militar chegaram ao local juntamente com um micro-ônibus, todos armados e iniciaram o despejo.

##RECOMENDA##

 

“Eles nem esperaram a constatação do acordo que tínhamos com o governador, que eu confirmaria através de uma ligação, e já começaram a agir de forma violenta”, relata. No local, existe plantio de macaxeira, feijão, milho e outros alimentos cultivados pelos agricultores. Os acampados deixaram o engenho e encontram-se neste momento, passivos do acordo firmado com o governo.

 

Com informações da assessoria

O Ministério Público Federal (MPF), em Palmares, ajuizou mais duas ações de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Água Preta, Paulo Humberto Barreto (PR), pela má administração de verba repassada ao município pelos Ministérios da Educação e da Saúde. Também estão sendo processados os membros da Comissão de Licitação da época e os sócios das empresas Costa e Carvalho, Comercial Nunes Viana, Futura Comércio de Produtos Alimentícios e Nutriforte. A responsável pelo caso é a procuradora da República, Silvia Regina Lopes. 

Segundo consta nas ações, o ex-gestor não comprovou a devida aplicação dos recursos federais recebidos e, juntamente com os demais acusados, cometeu diversas irregularidades em procedimentos licitatórios no período em que foi prefeito do município (de 2001 a 2004 e de 2005 a 2008). O MPF aponta, em relação aos recursos repassados pelo Ministério da Saúde, que a prefeitura não comprovou o recolhimento da contribuição ao INSS dos profissionais que atuam no Programa Saúde da Família e que houve irregularidades na licitação da obra de construção da Unidade de Saúde Engenho Camurim Grande. 

##RECOMENDA##

O MPF também acusa os réus de não terem aplicado, de forma devida,  recursos federais repassados pelo Ministério da Educação. Dentre as irregularidades, foram constatados indícios de direcionamento de licitação, desrespeito à regra de ampla publicidade dos editais de certame, ausência de comprovação documental para as retiradas de dinheiro da conta bancária vinculada ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), indício de fraude em processo licitatório para reparos em carteiras escolares, dentre outras irregularidades. As ações foram ajuizadas no último mês de dezembro.  

O ex-prefeito também é alvo de outra ação de improbidade administrativa, ajuizada pelo Minstério no mês passado. O motivo foi a ausência de comprovação da devida aplicação dos recursos repassados pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome para custeio do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) e para o Programa de Proteção Social Básica. 

Caso sejam condenados pela Justiça, as sanções previstas são a perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por até oito anos, pagamento de multa e proibição de contratar com o Poder Público por até cinco anos, além do ressarcimento do dano.

*As informações são do Ministério Público Federal

A posse do prefeito de Água Preta, na Mata Sul do Estado, Armando Souto (PDT), deverá finalmente ocorrer nesta sexta-feira (29), na Câmara de Vereadores da Cidade, às 19h. Apesar de o ato estar confirmado, o clima na cidade ainda é de conflito e o pedetista disse em entrevista ao LeiaJá que a “expectativa é de cachorrada em Água Preta”.

Com a solenidade desta sexta, o chefe do executivo tomará posse pela terceira vez. A primeira foi realizada na Câmara de Vereadores logo quando o prefeito ganhou às eleições de 2012. A segunda foi no último dia 25 de novembro na Justiça e posteriormente anulada, e a terceira será hoje novamente na Casa Municipal. 

##RECOMENDA##

Além do aborrecimento por ter que tomar posse pela terceira vez, Souto está indignado porque conseguiu autorização na Justiça para bloqueio das contas da prefeitura e posteriormente foram liberadas. “Isso é um problema financeiro muito grande porque se eles não pagarem à folha de pagamento a prefeitura não poderá pagar duas folhas ao mesmo tempo. Se isso ocorrer vamos ter que conversar com os funcionários”, justificou.

Armando Souto disse que as senhas da gestão tinham sido bloqueadas no Banco do Brasil, mas o atual administrador, o presidente da Câmara de Vereadores, Elias Alegrete (PTN), conseguiu desbloquear. “O desembargador manteve meus atos, meu tesoureiro foi nomeado e o Banco do Brasil aceitou as senhas do outro que tinham sido canceladas. Eles vão fazer o ‘rasta’ na prefeitura. Vou responsabilizar a Justiça e o Banco do Brasil. Isso é cachorrada, é muito vergonhoso, mas eu vou cumprir a decisão da justiça e tomar posse e depois vou tomara as providências”, disse.

Inseguro com os recursos financeiros da sede municipal, o prefeito afirmou ter pedido ajuda ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). “Já protocolei pedido no TCE para fazermos uma auditoria na prefeitura”, contou.

 

Passados menos de 15 dias após a vitória do prefeito da cidade de Água Preta, Mata Sul do Estado, Armando Souto (PDT), o presidente estadual da legenda em Pernambuco e prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), afirma ter havido divergências com o gestor. No entanto, o pedetista, que apesar de não ter ido a cidade apoiar seu correligionário, se disse feliz com a vitória do administrador contra o postulante Eduardo Coutinho (PSB).

A falta de apoio de Souto, enquanto vários políticos foram à cidade dar forças a Coutinho como os prefeitos do Recife, Geraldo Julio (PSB), e de Jaboatão, Elias Gomes (PSDB), foi uma das principais reclamações do novo gestor, mesmo assim, Queiroz garantiu ter apoiado o prefeito eleito. “Ele teve meu apoio, ele sabe. Nós tivemos no primeiro momento algumas divergências que não interessa agora discutir, mas para a segunda eleição ele contou com o meu apoio, esteve comigo”, relatou o gestor.

##RECOMENDA##

Ainda sobre a eleição de Água Preta, o prefeito de Caruaru disse que somente não ajudou o pedetista de forma financeira. “Apenas não houve apoio financeiro porque não tem. Mas fora isso, o partido esteve ao lado dele”, afirmou.

José Queiroz, acrescentando ainda estar alegre pela vitória de Souto, se colocou à disposição do novo prefeito da Mata Sul. “Estou feliz com a vitória. Mais um prefeito do PDT (...). Já teve uma ocorrência com ele (Armando Souto) e eu coloquei a minha prefeitura e os quadros técnicos à disposição para trabalharmos juntos”, contou.

O prefeito de Água Preta, Mata Sul do Estado, Armando Souto (PDT), começará as articulações do processo de transição com o atual gestor da cidade, nesta segunda-feira (11). O pedetista que ganhou o pleito com uma diferença de pouco mais de 500 votos, garantiu assumir a administração em 1° de dezembro.

Antes de ser novamente prefeito da cidade, Souto visitou os secretários estaduais do governador Eduardo Campos (PSB), semana passada, atendendo ao chamado do socialista no Palácio do Governo. A reunião serviu para apaziguar os ânimos da disputa ocorrida entre o pedetista e o candidato do PSB, Eduardo Coutinho. 

##RECOMENDA##

Atualmente, a cidade está sendo administrada pelo presidente da Câmara de Vereadores, Elias de Alegrete (PTN), por decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) desde agosto deste ano, mas as articulações para repasse do cargo começam nesta semana. “Teremos a primeira reunião nesta segunda, mas já assinamos o TAC (Termo de Ajuste de Conduta) e ele se comprometeu a pagar a folha de pagamento e a segunda parcela do décimo terceiro dos servidores”, adiantou Souto.

O prefeito eleito explicou que só assumirá a gestão a partir de 1° de dezembro para dar tempo de Alegrete concluir as demandas internas e não deixar pendências. “Eu quero assumir no dia 1° de dezembro. Poderia até ser dia 27 por diante porque depois de cinco dias da entrega da prestação de contas, o juiz pode autorizar, mas para não assumir ônus nem bônus do gestor atual, ele conclui o mês dele, prepara, e depois a gente assume”, justificou o pedetista.

Ainda comemorando a eleição, Armando Souto disse que com a vitória dele ganhou a cidade e a democracia. “A cidade está muito ansiosa, mas a minha cidade ganhou a eleição. Ganhou Água Preta, a democracia e todo mundo”, festejou o prefeito.

Páginas

Leianas redes sociaisAcompanhe-nos!

Facebook

Carregando